Entre Anjos e Demônios

Forum gratis : Fórum destinado ao sistema de RPG storyteller Demônio a Queda para jogos Play By Fórum. Narradores e Jogadores ativos. Sistema de Exp e evolução de Personagem. Seja um Anjo ou um Demônio em uma busca pela decisão do Juizo Final.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Uriel - Azrael - Halaku - Ocultos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Uriel
Soldier
Soldier
avatar

Mensagens : 19
Data de inscrição : 16/02/2017

MensagemAssunto: Uriel - Azrael - Halaku - Ocultos   Qua Mar 15, 2017 11:55 am

Nome do Jogador: Uriel
Nome do Elohim: Azrael
Nome do Mortal: Willian Freedman
Natureza: Juiz
Comportamento: Tradicionalista
Casa: Algozes (Halaku)
Facção: Ocultos
Semblante: Namtar (O Semblante da Morte)
____________
Experiência:
____________


ATRIBUTOS (7-5-3)

Físicos (3)
- Força: 1+1=2
- Destreza: 1+1=2
- Vigor: 1+1=2

Sociais (5)
- Carisma: 1+1=2
- Manipulação: 1+3=4 (Convincente)
- Aparência: 1+1=2

Mentais (7)
- Percepção: 1+3=4 (Atento)
- Inteligência: 1+2=3
- Raciocínio: 1+2=3


HABILIDADES (13-9-5)

Talentos (9)
- Prontidão: 2
- Esportes: 1 (2PB)
- Presciência: 2
- Briga:
- Esquiva: 1
- Empatia:
- Expressão:
- Intimidação: 2
- Intuição: 2
- Liderança:
- Manha:
- Lábia:

Perícias (5)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Demolições:
- Condução: 1
- Etiqueta:
- Armas de Fogo: 1
- Armas Brancas:
- Performance:
- Segurança:
- Furtividade:
- Sobrevivência: 2
- Tecnologia: 1

Conhecimentos (13)
- Instrução: 2+1 (2PB) = 3
- Computador: 1
- Finanças: 2
- Investigação: 2
- Direito: 1
- Lingüística: 1 (Lingua nativa: Português; + Inglés)
- Medicina:
- Ocultismo: 2
- Política:
- Religião: 1
- Pesquisa: 1
- Ciência: 1 (2PB)


VANTAGENS

Antecedentes (5)
- Recursos: 2+1 (1PB) = 3
- Influência: 1
- Legado: 1 (3PB)
- Contatos: 2
• José Alfonso (Reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro)
• Larry Green (Sub-Reitor da Universidade de Stanford)


Doutrinas (3)
Doutrina da Morte: 2
Doutrina do Fundamento: 1

Virtudes (3)
- Consciência 1+1 (2PB) = 2
- Convicção: 1+1=2
- Coragem: 1+1=2


FÉ: 3


FORÇA DE VONTADE: 4 + 4PB = 8

TORMENTO
Permanente: 4
Temporário:

FORMA APOCALÍPTICA: Namtar, o Semblante da Morte.

- Asas: Um par de asas de corvo se estende a partir dos ombros do personagem. Quando totalmente estendida, cada asa tem uma vez e um terço a altura do personagem. O personagem consegue planar a até três vezes sua velocidade de corrida a cada turno.

- Iniciativa Aprimorada: Acrescente dois pontos à iniciativa do personagem.

- Sem Deixar Rastro: As dificuldades dos testes de Furtividade do personagem são reduzidas em dois pontos, e sua passagem não perturba o ambiente circundante. Ele não deixa pegadas nem perturba a folhagem.

- Sem Reflexo: A imagem do demônio não aparece em espelhos nem pode ser capturada por uma câmera fotográfica ou de vídeo.


QUALIDADES
- Bom Senso: 1 ponto

DEFEITOS
- Pesadelos: 1 ponto
- Fobia: 1 ponto (Aranhas)


Engrenagens Celestiais
-
-
-
Rituais Ankida
-
-
-
Observações

15 PB base + 2 pontos do defeito = 17 PB -1 ponto da qualidade = 16 PB.

Informações do personagem Mortal
- Idade: 30
- Data de nascimento: 14/07/1987
- Aparência: Alto (1,82), magro, cabelos curto de coloração preto, olhos castanhos escuros, cor de pele parda.
- Personalidade: Calmo, calteloso e atencioso.

- Inventário:
1 Glock 17 9mm.
Smartphone
Hyunday HB20 R-Spec vermelho

- Itens que carrega consigo :
1 Glock 17 9mm.
Smartphone

Prelúdio do Mortal

Willian Freedman possuiu uma infância comum, da mesma maneira que qualquer garoto supostamente normal. Apesar de vim de uma família de classe média, jamais lhe faltou nada, possuía país amorosos e cuidadosos e um irmão querido.

Em uma manhã de verão, Willian com sua família resolveram visitar alguns parentes distantes, iriam passar todo o final de semana nesse passeio familiar, mas nem tudo ocorreu como havia planejado e por imprudência de um caminhoneiro alcoólatra Willian viu a vida de sua família ceifada.

Como na época ainda era menor de idade, foi obrigado a viver na casa do seu tio Edson, que era um homem bom quando sóbrio, mas uma pessoa totalmente agressiva quando ingeria bebida alcoólica, e Willian se tornou vitima constante dessas agressões, onde para se livrar dessa vida, buscou o suicídio, mas foi interrompido pelo seu tio que o acometeu com mais uma serie de agressões físicas.

A casa de seu tio era bastante simples, o mesmo havia entrado em crise devido a sua bebida, já havia vendido muitos moveis e a casa vivia úmida e suja, o que acarretava um ambiente perfeito para vários insetos e aracnídeos, onde, certa vez, Willian despertou com uma aranha a passear sobre seu corpo, o que gerou um grande pavor.

O tempo passou e Willian abondou a casa do tio, agora maior de idade poderia seguir sua vida sozinho, sem precisar se sujeitar as agressões de seu tio, apesar de carregar uma grande cicatriz que nunca foi curada que era o acidente dos seus pais, onde, todas as noites sonhava com a cena do carro capotando e vendo os corpos mortos de sua família.

Agora fora da casa do tio, tratou de arrumar um emprego e no mesmo ano ingressou na Universidade onde cursou Licenciatura em História. Após isso, recebeu a oportunidade de ensinar nas escolas do município e se tornou um professor bastante conhecido, sempre usando sua vida como exemplo de superação para os alunos e ganhando admiradores, como por exemplo, do reitor José Alfonso.

Willian fez Pós-Graduação em História Antiga, e sempre teve finalidade com assuntos ocultos como, por exemplo: Seitas, cultos pagãs, antigas religiões dentre outros. Diante desses fatores Willian se tornou um excelente pesquisador, onde com a ajuda de José Alfonso, que abriu novas oportunidades, conheceu alguns nomes importantes, como o sub-reitor Larry Green da Universidade de Stanford.

Não demorou muito e Willian e Larry descobriram que ambos tinham fascínio pelo oculto e não foi uma surpresa quando Willian recebeu o convite para passar uma temporada na Universidade de Stanford. Rapidamente Willian se dedicou a cursos de língua inglesa e alguns meses depois partiu para os Estados Unidos onde viveria por algum tempo.

Preludio do Elohim


Azrael era um lindo anjo, cabelos longos e negros, aparentava ser tão jovem quanto um adolescente de 21 anos, amava a raça humana apesar de sua função não ser adorada pelos mortais uma vez que era um Algoz e tinha como principal função ceifar a vida.

Os Ceifadores foram os últimos anjos a habitar na Criação e viam seu trabalho não como arrancar a vida, mas sim, reciclar a vida, transformando-a em pó, para então renascer mais linda e forte, dessa maneira, seu trabalho era feito com felicidade, pois acreditava estar contribuindo para a evolução da Criação.

Durante a Queda, Azrael, assim como outros de sua casa foram proibidos pelo criador de terem contato com as almas, o que causou grande tristeza entre eles, pois desejavam confortar os mortais nesses momentos.

Na imensidão daquela prisão, o tempo passou vagarosamente, o que fez Azrael repensar em tudo que havia feito ate ali, quais mistérios estavam acobertados com todo o plano de revolta e o porquê de Lúcifer ter desaparecido totalmente, ao invés de ter caído junto com seus seguidores. Pensou que a rebelião já estivesse nos planos ocultos do todo-poderoso, e que todos os passos dados já haviam sido visto por Deus. Seriam então marionetes do criador?

Seus pensamentos foram alterados, o seu corpo foi transformado, pouco existia do que outrora era belo, a prisão faz isso com todos, sejam humanos ou celestes, outrora anjos e agora demônios que buscavam suas próprias liberdade.

Ao longe, uma faísca de luz, não a luz que estava acostumado a ver das chamas infernais, nem das tempestades agressivas, mas sim, a luz da liberdade, a claridade chega a ofuscar sua visão, mesmo assim, dirige-se ao local, assim como outros demônios que compartilham consigo aquela inferno. A fresta é pequena, são rachaduras ocasionadas pela tempestade, estão a surgir por toda parte, já havia visto muitos passarem pelas passagens estreitas, alguns retornavam desfigurados ainda mais, feridos, outros não retornavam, talvez tivessem alcançado a liberdade, mergulhar naquele estreito era um risco, mas permanecer no cárcere era muito pior, Azrael então, se arriscar por uma das passagens e segue a luz, sente seu corpo sendo puxado, mais continua com todas as forças mesmo assim.

O que antes julgava ser uma dádiva acabou por se torna um martírio, onde viu aqueles que amava teme-los, onde na maioria do mundo a morte agora não era motivo de alegria, mas sim, de tristeza. O mundo havia se transformado profundamente e a morte não era vista como uma passagem, mais como o fim de tudo.

Azrael havia mudado também, agora era um demônio e sabia que para continuar naquele mundo que outrora recebeu o nome de Edém, era preciso possuir um corpo, preferivelmente um mortal cuja alma seja fraca o bastante para que Azrael tenha total domínio, lançando a alma na tempestade que o puxa, ou a enterrando profundamente dentro de seu próprio corpo.

Com pouco tempo para escolher, sentindo-se puxado para o cárcere, Azrael havia se libertado temporariamente em uma Universidade, no estado da Califórnia, não que ele soubesse, não que de fato importasse. Voou contra a força que o impedia, o campus era enorme e podia ver ao longe muitas pessoas, afastado de tudo e de todos percebeu embaixo de uma arvore um homem, desolado, triste, magoado, tinha uma expressão pensativa, distante, era Willian Freedman.

Já havia alguns meses que Willian se encontrava em Stanford, e exato naquele dia não estava bem, era o aniversario de morte da sua família, todas as lembranças e pensamentos negativos se fizeram presentes e a dor e era muito forte. Azrael por sua vez, viu um excelente candidato e não pensou duas vezes ao ingressar no corpo do mortal.

Compulsões ocorreram, a briga entre dois seres em um corpo, estava longe demais para ser acudido por alguém, Azrael sentiu, lembrou, viveu a vida de Willian naquele momento, agora sabia o motivo de tamanha desolação, aquele humano já havia passado por grandes provações em sua vida e todas aquelas memorias agora pertencia a Azrael também, enquanto Willian, com a guarda baixa era trancafiado em um lugar escuro e distante de tudo dentro do seu próprio corpo, corpo esse, que agora era dominado por Azrael.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beaumont
Knight
Knight
avatar

Mensagens : 215
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Uriel - Azrael - Halaku - Ocultos   Qua Mar 15, 2017 9:05 pm

Preludio : 

Opa e aeh ! O preludio está bom e bem focado no cenário de Demonio a Queda, você abordou um preludio direto sem se perder, ficou muito legal ! 

1 - Só ficou faltando uma coisa na ficha. Queria saber se ele agi sozinho e como foi para ele tomar a decisão de se tornar um Oculto. Ele encontrou com algum outro Oculto no Abismo ou até mesmo no Éden (Terra) ?

2 - Ou quem sabe ele ainda  não se encontrou com outros demonios ainda na Terra ? 

- Pode responder essas perguntas no preludio colocando em outra cor ?

Pontuação : 

1 - Virtudes - Creio que ficou faltando 1 ponto em uma virtude, acho que foi erro de digitação apenas. 

2 - Defeitos - O defeito Fobia custa 2 pontos. Talvez você quisesse fazer com que ele tivesse apenas um medo brando de aranhas mas caso essa seja sua intenção vc pode fazer de maneira interpretativa colocando no preludio, se quiser usar como sistema terá de adotar o defeito de dois pontos. 

------------------------------
Sugestão - Já que você já vai ganhar um ponto a mais de defeito eu sugiro que você aumente sia Instrução para se tornar especialista, isso pode ser útil para você no futuro. Mas isso é apenas uma sugestão pois você distirbuiu a pontuação muito bem, colocando niveis 1 em habilidades que vc pouco citou e mais pontos nas que o seu personagem possuí mais aptidão. 


------------------------------
Terminando essas correções minimas sua ficha está pronta ! Very Happy

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uriel
Soldier
Soldier
avatar

Mensagens : 19
Data de inscrição : 16/02/2017

MensagemAssunto: Re: Uriel - Azrael - Halaku - Ocultos   Qui Mar 16, 2017 12:33 am

Nome do Jogador: Uriel
Nome do Elohim: Azrael
Nome do Mortal: Willian Freedman
Natureza: Juiz
Comportamento: Tradicionalista
Casa: Algozes (Halaku)
Facção: Ocultos
Semblante: Namtar (O Semblante da Morte)
____________
Experiência:
____________


ATRIBUTOS (7-5-3)

Físicos (3)
- Força: 1+1=2
- Destreza: 1+1=2
- Vigor: 1+1=2

Sociais (5)
- Carisma: 1+1=2
- Manipulação: 1+3=4 (Convincente)
- Aparência: 1+1=2

Mentais (7)
- Percepção: 1+3=4 (Atento)
- Inteligência: 1+2=3
- Raciocínio: 1+2=3


HABILIDADES (13-9-5)

Talentos (9)
- Prontidão: 2
- Esportes: 1 (2PB)
- Presciência: 2
- Briga:
- Esquiva: 1
- Empatia:
- Expressão:
- Intimidação: 2
- Intuição: 2
- Liderança:
- Manha:
- Lábia:

Perícias (5)
- Empatia c/ Animais:
- Ofícios:
- Demolições:
- Condução: 1
- Etiqueta:
- Armas de Fogo: 1
- Armas Brancas:
- Performance:
- Segurança:
- Furtividade:
- Sobrevivência: 2
- Tecnologia: 1

Conhecimentos (13)
- Instrução: 2+2 (4PB) = 4 (História)
- Computador: 1
- Finanças: 2
- Investigação: 2
- Direito: 1
- Lingüística: 1 (Lingua nativa: Português; + Inglés)
- Medicina:
- Ocultismo: 2
- Política:
- Religião: 1
- Pesquisa: 1
- Ciência: 1 (2PB)


VANTAGENS

Antecedentes (5)
- Recursos: 2+1 (1PB) = 3
- Influência: 1
- Fama: 1 (1PB)
- Legado: 1 (3PB)
- Contatos: 2
• José Alfonso (Reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro)
• Larry Green (Sub-Reitor da Universidade de Stanford)


Doutrinas (3)
Doutrina da Morte: 2
Doutrina do Fundamento: 1

Virtudes (3)
- Consciência 1+1 =2
- Convicção: 1+1=2
- Coragem: 1+1=2


FÉ : 3


FORÇA DE VONTADE: 4 + 4PB = 8

TORMENTO
Permanente: 4
Temporário:

FORMA APOCALÍPTICA: Namtar, o Semblante da Morte.

- Asas: Um par de asas de corvo se estende a partir dos ombros do personagem. Quando totalmente estendida, cada asa tem uma vez e um terço a altura do personagem. O personagem consegue planar a até três vezes sua velocidade de corrida a cada turno.

- Iniciativa Aprimorada: Acrescente dois pontos à iniciativa do personagem.

- Sem Deixar Rastro: As dificuldades dos testes de Furtividade do personagem são reduzidas em dois pontos, e sua passagem não perturba o ambiente circundante. Ele não deixa pegadas nem perturba a folhagem.

- Sem Reflexo: A imagem do demônio não aparece em espelhos nem pode ser capturada por uma câmera fotográfica ou de vídeo.


QUALIDADES
- Bom Senso: 1 ponto

DEFEITOS
- Pesadelos: 1 ponto
- Fobia: 2 ponto (Aranhas)


Engrenagens Celestiais
-
-
-
Rituais Ankida
-
-
-
Observações

15 PB base + 3 pontos do defeito = 18 PB -1 ponto da qualidade = 17 PB.

Informações do personagem Mortal
- Idade: 30
- Data de nascimento: 14/07/1987
- Aparência: Alto (1,82), magro, cabelos curto de coloração preto, olhos castanhos escuros, cor de pele parda.
- Personalidade: Calmo, calteloso e atencioso.

- Inventário:
1 Glock 17 9mm.
Smartphone
Hyunday HB20 R-Spec vermelho

- Itens que carrega consigo :
1 Glock 17 9mm.
Smartphone

Prelúdio do Mortal


Willian Freedman possuiu uma infância comum, da mesma maneira que qualquer garoto supostamente normal. Apesar de vim de uma família de classe média, jamais lhe faltou nada, possuía país amorosos e cuidadosos e um irmão querido.

Em uma manhã de verão, Willian com sua família resolveram visitar alguns parentes distantes, iriam passar todo o final de semana nesse passeio familiar, mas nem tudo ocorreu como havia planejado e por imprudência de um caminhoneiro alcoólatra Willian viu a vida de sua família ceifada.

Como na época ainda era menor de idade, foi obrigado a viver na casa do seu tio Edson, que era um homem bom quando sóbrio, mas uma pessoa totalmente agressiva quando ingeria bebida alcoólica, e Willian se tornou vitima constante dessas agressões, onde para se livrar dessa vida, buscou o suicídio, mas foi interrompido pelo seu tio que o acometeu com mais uma serie de agressões físicas.

A casa de seu tio era bastante simples, o mesmo havia entrado em crise devido a sua bebida, já havia vendido muitos moveis e a casa vivia úmida e suja, o que acarretava um ambiente perfeito para vários insetos e aracnídeos, onde, certa vez, Willian despertou com uma aranha a passear sobre seu corpo, o que gerou um grande pavor.

O tempo passou e Willian abondou a casa do tio, agora maior de idade poderia seguir sua vida sozinho, sem precisar se sujeitar as agressões de seu tio, apesar de carregar uma grande cicatriz que nunca foi curada que era o acidente dos seus pais, onde, todas as noites sonhava com a cena do carro capotando e vendo os corpos mortos de sua família.

Agora fora da casa do tio, tratou de arrumar um emprego e no mesmo ano ingressou na Universidade onde cursou Licenciatura em História. Após isso, recebeu a oportunidade de ensinar nas escolas do município e se tornou um professor bastante conhecido, sempre usando sua vida como exemplo de superação para os alunos e ganhando admiradores, como por exemplo, do reitor José Alfonso.

Willian fez Pós-Graduação em História Medieval e Mestrado em História Antiga, e sempre teve finalidade com assuntos ocultos como, por exemplo: Seitas, cultos pagãs, antigas religiões dentre outros. Diante desses fatores Willian se tornou um excelente pesquisador, obtendo uma pequena parcela de fama na área, onde com a ajuda de José Alfonso, que abriu novas oportunidades, conheceu alguns nomes importantes, como o sub-reitor Larry Green da Universidade de Stanford.

Não demorou muito e Willian e Larry descobriram que ambos tinham fascínio pelo oculto e não foi uma surpresa quando Willian recebeu o convite para passar uma temporada na Universidade de Stanford. Rapidamente Willian se dedicou a cursos de língua inglesa e alguns meses depois partiu para os Estados Unidos onde viveria por algum tempo.


Preludio do Elohim


Azrael era um lindo anjo, cabelos longos e negros, aparentava ser tão jovem quanto um adolescente de 21 anos, amava a raça humana apesar de sua função não ser adorada pelos mortais uma vez que era um Algoz e tinha como principal função ceifar a vida.

Os Ceifadores foram os últimos anjos a habitar na Criação e viam seu trabalho não como arrancar a vida, mas sim, reciclar a vida, transformando-a em pó, para então renascer mais linda e forte, dessa maneira, seu trabalho era feito com felicidade, pois acreditava estar contribuindo para a evolução da Criação.

Durante a Queda, Azrael, assim como outros de sua casa foram proibidos pelo criador de terem contato com as almas, o que causou grande tristeza entre eles, pois desejavam confortar os mortais nesses momentos.

Na imensidão daquela prisão, o tempo passou vagarosamente, o que fez Azrael repensar em tudo que havia feito ate ali, quais mistérios estavam acobertados com todo o plano de revolta e o porquê de Lúcifer ter desaparecido totalmente, ao invés de ter caído junto com seus seguidores. Pensou que a rebelião já estivesse nos planos ocultos do todo-poderoso, e que todos os passos dados já haviam sido visto por Deus. Seriam então marionetes do criador?

Enquanto estava aprisionado no cárcere, Azrael teve a oportunidade de conhecer outros celestes, assim como, algumas facções criadas pelos mesmos, onde compartilhavam de um mesmo pensamento. Dentre essas facções Azrael se identificou com a dos Ocultos, na qual pregava exatamente o que já vinha sendo pensado por si só.

Será que todos os passos dado até aquele momento não foi nada além do desejo do criador? A revolta foi algo que o tomou por surpresa ou ele na plenitude de seus poderes já sabia muito antes o que iria ocorrer? Onde Lúcifer estaria? Todas essas e outras perguntas que antes invadia os pensamentos de Azrael se tornaram mais fortes na facção dos Ocultos.

Seus pensamentos foram alterados, o seu corpo foi transformado, pouco existia do que outrora era belo, a prisão faz isso com todos, sejam humanos ou celestes, outrora anjos e agora demônios que buscavam suas próprias liberdade.

Ao longe, uma faísca de luz, não a luz que estava acostumado a ver das chamas infernais, nem das tempestades agressivas, mas sim, a luz da liberdade, a claridade chega a ofuscar sua visão, mesmo assim, dirige-se ao local, assim como outros demônios que compartilham consigo aquela inferno. A fresta é pequena, são rachaduras ocasionadas pela tempestade, estão a surgir por toda parte, já havia visto muitos passarem pelas passagens estreitas, alguns retornavam desfigurados ainda mais, feridos, outros não retornavam, talvez tivessem alcançado a liberdade, mergulhar naquele estreito era um risco, mas permanecer no cárcere era muito pior, Azrael então, se arriscar por uma das passagens e segue a luz, sente seu corpo sendo puxado, mais continua com todas as forças mesmo assim.

O que antes julgava ser uma dádiva acabou por se torna um martírio, onde viu aqueles que amava teme-los, onde na maioria do mundo a morte agora não era motivo de alegria, mas sim, de tristeza.
O mundo havia se transformado profundamente e a morte não era vista como uma passagem, mais como o fim de tudo.

Azrael havia mudado também, agora era um demônio e sabia que para continuar naquele mundo que outrora recebeu o nome de Edém, era preciso possuir um corpo, preferivelmente um mortal cuja alma seja fraca o bastante para que Azrael tenha total domínio, lançando a alma na tempestade que o puxa, ou a enterrando profundamente dentro de seu próprio corpo.

Havia passado muito tempo no cárcere e apesar de ter conhecido alguns outros iguais a si, não era tolo de confiar em ninguém. Já ali, não conhecia ninguém, estava sozinho em um mundo completamente novo, e teria que aprender e acompanhar as evoluções que o mundo teve.

Com pouco tempo para escolher, sentindo-se puxado para o cárcere, Azrael havia se libertado temporariamente em uma Universidade, no estado da Califórnia, não que ele soubesse, não que de fato importasse. Voou contra a força que o impedia, o campus era enorme e podia ver ao longe muitas pessoas, afastado de tudo e de todos percebeu embaixo de uma arvore um homem, desolado, triste, magoado, tinha uma expressão pensativa, distante, era Willian Freedman.

Já havia alguns meses que Willian se encontrava em Stanford, e exato naquele dia não estava bem, era o aniversario de morte da sua família, todas as lembranças e pensamentos negativos se fizeram presentes e a dor e era muito forte. Azrael por sua vez, viu um excelente candidato e não pensou duas vezes ao ingressar no corpo do mortal.

Compulsões ocorreram, a briga entre dois seres em um corpo, estava longe demais para ser acudido por alguém, Azrael sentiu, lembrou, viveu a vida de Willian naquele momento, agora sabia o motivo de tamanha desolação, aquele humano já havia passado por grandes provações em sua vida e todas aquelas memorias agora pertencia a Azrael também, enquanto Willian, com a guarda baixa era trancafiado em um lugar escuro e distante de tudo dentro do seu próprio corpo, corpo esse, que agora era dominado por Azrael.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beaumont
Knight
Knight
avatar

Mensagens : 215
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Uriel - Azrael - Halaku - Ocultos   Qui Mar 16, 2017 5:10 am

Sua ficha está Ok ! Parabéns é oficialmente o primeiro player e Algoz do fórum !  Very Happy

Eu estarei postando ainda essa semana a sinopse da cronica que comecará em abril. Caso queira narrar uma cronica ou conheça pessoas para isso ou simplesmente engajar no fórum fique a vontade para convidar. 

Seja bem vindo ao novo Éden Elohim !

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uriel
Soldier
Soldier
avatar

Mensagens : 19
Data de inscrição : 16/02/2017

MensagemAssunto: Re: Uriel - Azrael - Halaku - Ocultos   Qui Mar 16, 2017 10:46 am

Obrigado

Não agora, pois, estou com o tempo demasiadamente curto, mas pretendo narrar sim em um futuro proximo..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Uriel - Azrael - Halaku - Ocultos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Uriel - Azrael - Halaku - Ocultos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Ficha] Azrael
» Histórico e Aspirações - Azrael
» Batman RIP
» DEFCON 4: Eram os demônios astronautas?
» Azrael Laevatein (finalmente '-')

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Entre Anjos e Demônios :: Cadastros :: Análise de Fichas-
Ir para: