Entre Anjos e Demônios

Forum gratis : Fórum destinado ao sistema de RPG storyteller Demônio a Queda para jogos Play By Fórum. Narradores e Jogadores ativos. Sistema de Exp e evolução de Personagem. Seja um Anjo ou um Demônio em uma busca pela decisão do Juizo Final.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
avatar
JohnMilton
Namaru
Namaru
Data de inscrição : 09/10/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qua Out 18, 2017 10:03 pm

A noite abraçava a Cidade, pintando de negro o horizonte que esmaecia aos poucos como uma pintura de Vincent van Gogh.

O advogado observava a cena que se desenhava com o cair da noite. Seu corpo emoldurado pela imensa janela de seu Escritório, mesclando a escuridão que se assomava, com o Giorgio Armani cinza chumbo que envergava.

Tal qual uma aranha tecela, sua teia de influência percorria toda Long Branch, mas era ali, em seu Escritório de Advocacia, que dormitava o centro de seu poder.

Era dali que o Causídico puxava os fios dos titeres espalhados no meio político e juridico...

A noite caia mais uma vez, e ele, esquecido de que deveria ir descansar em seu confortavel triplex, sorria sozinho calculando o tamanho de seu poder.

Todos os seus funcionários e associados ja haviam partido aquela hora. Sua mesa cheia de pastas e anotaçoes destoava do cuidado com o resto do escritório.

Perdido no meio daqueles papeis o celular de Milton tocara.

Ele estava acostumado a ligações naquela hora... Seus clientes sempre precisavam de algo.

Ele atende o telefone e escuta o seu interlocutor sem interrompe-lo. Sabia que aquele tipo de ligação era breve e deveria ser utilizado para passar a naior quantidade possível de informações.

Sr. Bustamente estava em apuros...

Ao desligar a ligação o Advogado ja sorria... Bustamente estava lhe devendo favores e aquele seria mais um grande a ser cobrado no momento adequado. O tal Perkings seria agraciado com os trabalhos e engolfado na lista de devedores.

No entanto, antes de buscar seus contatos dentro do Tribunal, deveria descobrir o que, realmente estava acontecendo.

Ele reune, rapidamente, seus pertences e desce em direção ao seu BMW, ganhando, logo em seguida, a rua em direção ao Bureau
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sex Out 20, 2017 12:32 am

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 3/3
FDV 8/8
Tormento 1/4 
Ferido -1 Agravado




Delegacia Central de Long Branch - Centro da Cidade  - 20:30

Dustiel tentou arrombar a porta mas não conseguiu desvencilhar a tranca na primeira tentativa. Ele tentou e tentou até finalmente conseguir fazer a porta ceder mas talvez fosse tarde demais. Assim que ele conseguiu arrombar a porta que estava tão quente. Dustiel pôde sentir as chamas consumirem o oxigênio e arrebatar o Elohim que apenas teve tempo de usar seus braços para cobrir o rosto de seu hospedeiro mortal . Quemaduras de 2 grau queimaram os braços de Dustiel de maneira profunda. O jovem sentiu gritou de dor e foi empurrado 1 metro pelo impacto da engolfada de chamas. O quarto já estava completamente tomado pelo fogo e qualquer evidência ali naquele quarto já havia sido perdida. Dustiel não sabia se gritava de dor ou procurava uma forma de sair dali. as chamas pegava as cortnas da sala e o som estridente do alarme contra incendio acionava. Havia muita dor, uma dor que Dustiel desconhecia. 

O tempo estava ficando menor, sair pela parte da frente seria uma opção mas ele ouviu balbuciar de pessoas e provavelmente eles o veriam em sua forma verdadeira. Sair por trás seria um ato de coragem e muita habilidade já que as chamas consumiam maior parte da cozinha. Não havia mais qualque snal do gato que de esperto logo fugiu. Dustiel precisava pensar rapido ou podia perder o hospedeiro no incendio. 


Citação :
Dustiel teste de Força+Briga Diff. 8 = 1 Sucesso
Dustiel teste de Força+Briga Diff. 8 = 2 Sucessos



OFF: Gasto de FDV não foi realizado pois  Teste de Procura não pôde ser realizado, como eu disse o local já estava pegando fogo. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sab Out 21, 2017 10:58 pm

Jean Dasnoy
FDV 5/6
Vitalidade - 1 Ferido (2 Contusivos 1 letal - 1 dia p/ recuperar) 




Hospital Long Branch Medical Care  - 18:30

Jean está ali naquele quarto de hospital, sozinho. às vezes, quase nunca ele ouvi um caminhar de sapatos estalando no chão de alvenaria lisa , "Clac, Clac, Clac..." mas ninguem aparece para medica-lo ou pelo mnos ver como ele está. A enfermeira do turno da noite parece ser um saco, totalmente diferente da carismática gordinha Sally. Jean até viu a campainha vermelha para chama-la, mas antes que ele pudesse toca-la em cima da cama ele sentiu aquela sensação ruim, mas Jean Desnoy possuí uma coragem fora dos padrões normais, ele precisava enfrentar aquele medo de frente e não, os corajosos não são máquinas que não sentem medo, eles apenas os enfrentam com o maximo de cnfiança exatamente como Jean o fez. Ele sussurou esperando resposta, nos segundos adiante ele se aliviou pois ninguem o respondeu, seu coração  já estava acelerado, ferido Jean estava debilitado demais ara poder enfrentar algo ou alguém om tanta força. 

Foi quando subtamente ele começou a ouvir sussurros semelhantes ao de uma criança. De todos os lugares, do corredor , do lado de fora da janela e até de sua própria cabeça. Jean segurou forte sua cabeça mas os sussuros se transfomaram em pedidos de socorro


"Por favor me salve!" Dizia uma das vozes, enquanto outra gemendo pedia para que Jean o tirasse daquele lugar. 

Subtamente Jean perde o equilibrio e acaba caindo no chão tendo a sensação de ter sido empurrado da maca. Coincidentemente as grades que impedem que os pacientes caiam acaba cedendo e se abrem deixando Jean cair de vez ao chão Ele sente dor o suficiente para fazer uma careta. Jean está cada vez mais desconfiado de que há algo de estranho naquele quarto de hospital. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sab Out 21, 2017 11:38 pm

Kamuriel (Nora Vanger)
Fé 3/3
FDV 6/7
Tormento 0/3


Casa de Nick - 19:30

Como proposto por Nora, os 4 acabavam realizando um jantar familiar com o peru, entre as conversas banais eles lembraram o dia de ação de graças e até falaram sobre a filha de Nichoas que estava no Canadá com a mãe. O quanto Nicholas lembrava dela quando olhava para Nora entre outros assuntos que não fazia muita importancia. 

Assim que o jantar acabou, Selene abraçou ternamente Nora e pediu para que ela usasse um casaco no hospital por causa do frio, Kamuriel sentia a reciprocidade do afeto de Nora em cada gesto realizado pela genitora de Nora. Esses sentimentos ajudavam bastante a criatura milenar a conter o seu próprio tormento pessoal, ser amado era uma virtude e um sentimento bem novo para o Elohim que viveu por tanto tempo escondido dos mortais. 

Nora então juntou suas coisas e partiu com o policial. A noite estava mesmo um pouco gelada mas não exageradamente como pretendia Selene. A dupla seguiu para a casa de Nicolly e o policial se manteve um pouco menos comunicativo porem satisfeito com a noite até então. Eles chegaram até a casa de Nicolly. As luzes da casa estavam meio apagadas, a porta de casa aberta e isso alertou o senso de proteção de Nicholas que acabou seguindo na frente, apesar da preocupação eles logo encontraram o Sr. e Sra Merlim sendo acolhidos por Tabatha a irmã de Sra Merlim. Os três estavam na sala, havia lagrimas e um clima não muito agradável, Nicholas logo abaixou a guarda e se apresentou. 

Tabatha : - Boa noite querida, eu sabia que viria. Nick está no hospital com Jack, ele esqueceu de levar isso. - A mãe de Nick entrega a Nora uma mochila de Jeans um pouco pesada. 

Nicholas aproveita para fazer o ue sabe fazer de melhor, sutilmente interrogar o Sr. e Sra Merlim.  

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sab Out 21, 2017 11:54 pm

Arturiel (Johnny Boy)
Fé 4/4
FDV 5/5
Tormento 0/3




Light House Shopping Mall - 16:45

Arturiel sabia exatamente cada movimento necessário para animar o dia de Alice. Seus dedos tocaram a fria pele da moça, era como dedilhar o acorde de uma bela música milenar. O sorriso simples de Alice ressou de maneira afável aos ouvidos do Elohim Arturiel. Ele se sentou ao lado de sua donzela e juntos eles admiraram os transeuntes que perambulavam no shopping. A sua frente estava a loja de penhores e artigos musicais, Alice tinha um sorriso de ponta a ponta no rosto. Maravilhoso observar aquele momento. Ele não poderia trocar aquele momento nem por um momento de volta ao Antigo Éden como ele conhecia. Apesar de não ter qualquer tipo de lembrança sólida do éden ele sentia que aquele lugar era o lar de Johnny e consequentimente aquele era o seu próprio lar. 

Alice: - Sabe John... nós estamos juntos a quanto tempo ? 2, 10 anos ? Eu sei lá, eu nunca fuí muito boa com a definição do tempo. Em toda a minha vida eu nunca pensei que o Mark fosse nos unir...hehe Cara, eu me lembro da festa como se fosse ontem !

Assim que Alice falou a palavra festa um estalo acertou a mente de Arturiel, a memória do Elohim podia ter se perdido em grande parte mas a de Johnny estava intacta. A festa que ela se referiu era a de Mark, ele se lembrou do primeiro beijo dele e Alice. Foi como se mil borboletas tentassem fugir do estomago de Johnny e Kamuriel sentiu cada momento. 

Alice deslizou a mão ao encontro da mão de Johnny, aquela mão gelada e digna de um pequeno arrepio no momento em que ela segurou a sua mão. Ela estava nervosa, mas por que ? Se perguntou Johnny naquele momento, ela não era assim. 

Alice: - Sabe a surpresa ? Sabe por que eu escolhi o Shopping pra falar ? Johnny eu estou gravida...

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Out 22, 2017 12:26 am

Kha'thladuz (John Milton)
Fé 3/3
FDV 5/5
Tormento 0/4 


Federal Bereau Investigation of Long Branch - 20:15

John Milton era sutilmente discreto e direto em suas ações exatamente como o seu Alter ego Elohim gostaria que ele fosse. Milton era a casca mortal perfeita que atraiu o Celestial logo quando o mesmo se desvencilhou atraves da fenda que o prendia ao abismo. Viver sob a casca de John Milton era um prazeroso e confortável sonho. Tangivel da nova Era. 

A BMW de altissímo custo percorria as ruas de Long Branch como uma certa velocidade, os semaforos naquela hora da noite já estavam começando a ficar inoperantes, não  maioria mas por costume John já fazia ideia de quanto cada um durava, ele percorreu por alguns minutos até chegar ao suntuoso predio que representava a corporação governamental naquela cidade. 


Assim que entrou foi imediatamente recebido pela imprensa e seguranças que tentavam impedir que a coletiva fosse mais agressiva ao advogado. A fama de Milton as vezes era incoveniente, mas inflar seu ego nem sempre era algo tão ruim assim, com a ajuda da segurança Milton poderia burlar a inprensa ou se quisesse poderia oferecer alguns minutos a coletiva. Entre as perguntas estavam : 


- Quanto Tempo o Senhor acha que os Delegados podem ser setenciados. 


- Se ele achava que as acusações de cumplicidade ao terrorismo eram cabiveis por parte dos dois delegados


- O que ele achava do juiz e desembargador de New York Adam Bredley responsável pelo julgamento dos dois delegados 

Caso ele preferisse não responder Milton poderia contornar evitando os flashes de cameras e seguindo diretamente para o corredor onde encontraria outro advogado de defesa a espara do elevador para subir, Mister Raymond Lane. 


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Kamuriel
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Out 22, 2017 5:27 pm

Os quatro então resolveram entrar naquele fingimento de família perfeita que só Nora e Arthur realmente conheciam. Nora estava ansiosa para comer, isso era verdade, Kamuriel não se interessava pela comida por si só, mas o apetite extramente aberto da garota não deixava que o demônio fosse indiferente ao pecado da gula. Nora parecia uma menina agitada doida pra comer logo, e ficava se remexendo pra lá e pra cá como uma criança, mostrando sua ansiedade para comer o peru. Haviam coisas na vida de um humano que faziam Kamuriel se acalmar, graças a Nora ele se irritara e graças a Nora ele se acalmava e se sentia como uma pessoa comum novamente.

Nora, apesar de normalmente lotar o prato como pedreiro e parecer um saco sem fundo, pois a maldita comia, comia e comia e não engordava, dessa vez não lotou o prato, porque se não depois ficaria sonolenta e pesada e precisaria estar bem disposta ainda se pretendia se aventurar naquele ninho de filhotes de cobra que era a escola.

Logo o assunto se veio e todos comeram conversando, Nora tomou algum suco enquanto comia o peru e uma porção das outras coisas que tinha, todos podiam ver que a menina parecia estar mais interessada em comer do que de fato ficar prestando a atenção em conversa de adulto, mas a verdade é que Kamuriel estava apenas analisando as situações, e então que o assunto do ultimo dia de ações de graça viera, e logo Nora apenas olhou para Arthur primeiro e depois para Selene. Kamuriel não esteve presente nesse dia, mas lembrava-se com Nora de que brigas e medo infestaram o ultimo dia de ação de graças, Arthur não havia sido posto na linha ainda e houve medo. Nora desviava aquele assunto desconfortável relembrando a Nicholas que ele ainda não tinha dito qual era o nome da filha dele. Nora havia perguntado dela no carro mas ele não respondera. Depois de Nicholas responder às coisas que Nora tinha perguntado no carro anteriormente sobre a filha dele, ela sugeria para o policial trazer a filha dele pra fazer uma visita e Nora se oferecia pra ser amiga dela e sair com ela e com Nick pela cidade.

Ao final, Nora se despedia de Selene e a garota então sentia todo o afeto da mãe, que apesar de irritá-la frequentemente com as preocupações de filha única, ainda não fazia com que Nora a amasse menos. Mãe era mãe no final das contas, sempre seriam chatas, ficariam enchendo de preocupações e sendo paranoicas com tudo, mas no final a mãe ainda era como Deus aos olhos de uma criança. Kamuriel sentia esse amor e isso só o fez sentir coisas boas que o faziam esquecer de tudo o que era sombrio, por mais que fosse um curto espaço de tempo, o amor que fora privado, tanto da humanidade quanto do próprio criador parecia ser suprido em apenas um único gesto de Selene. Nora fechava os olhos por um instante e Kamuriel também a fim de sentir o abraço e tanto Kamuriel quanto Nora deram um beijo forte de estalo no rosto de Selene e logo depois a mesma dizia para levar um blusa pois estaria frio. Nora revirou os olhos, mas logo dava um sorriso leve como se dissesse que compendia a chatice e preocupação da mãe e dizia que a blusa já estava na mochila. No final ela também se despedia de Arthur com um beijo e um abraço, mas não era profundo e afetuoso como o de Selene, mas no mínimo respeitoso, e então ela dizia para ele em um tom de brincadeira:

- E você cuida bem dela heim? Não quer me ver brava quando eu voltar.

Todos podiam ver aquilo como uma graça de Nora, sendo boba protetora com a mãe, mas Arthur sabia a seriedade daquela ordem. Ah... E como ele sabia...

Nora e Nicholas seguiram para a casa de Nick de carro depois daquilo, ela confirmava pelas mensagens de celular que havia pedido para Nick o que deveria pegar. Durante o caminho Nicholas parecia tranquilo, satisfeito com o rumo da noite até ali, o que era muito bom, quanto mais satisfeito e tranquilo ele considerasse que seria o resto da noite mais rápido ele pode considerar missão cumprida e ir embora pra que Kamuriel pudesse fazer a missão de Nora mais tarde.

Quando chegaram Nora e Nicholas encontraram a porta aberta e as luzes apagadas, tanto Nicholas quanto Nora ficaram preocupados e atento com o clima da situação. Nicholas, como o policial foi na frente e Nora não protestou. Quando o policial ficasse de costas, Nora pegaria suas duas facas e as poria por baixo das mangas largas do moletom, estariam bem escondidas e seguradas. Nora foi logo atrás, mantendo uma distância leve, para que se o policial fosse atacado ela pudesse surpreender o atacante com um arremesso de facas mirando em um ponto não letal. Provavelmente ia ter de se explicar ao policial sobre sua habilidade com facas mas era fácil explicar pois o kung fu também abrangia o manuseamento de armas brancas, e Nora aprendera Kung Fu com Jonny e com um louco a solta ela tinha de se defender como podia, era um argumento que Nicholas podia ficar de nariz torcido mas era convincente e razoável.

Felizmente nada de ruim tinha acontecido, eles apenas tinham deixado a porta aberta mesmo. Os pais do Jonnatham estavam desabafando com a irmã, Johnny era primo por parte de mãe e a familia estava dando apoio. Nora se aproximava pedindo licença pelo momento tenso junto com Nicholas que já abaixava a guarda. Nora fechava a porta e trancava a mesma e logo depois ia falar com a Sra. Ives, a mãe de Nick.

- Boa noite, Sra. Ives, sei que é um momento difícil, mas não é bom deixar a porta aberta assim, qualquer um podia ter entrado...

Nora dizia num tom ameno, complacente, com quem entendia a dor da família, mas os aconselhando que não deveriam deixar a dor e o medo tirá-los do bom senso, se pudesse ter dito isso na frente de Nicholas melhor ainda, mas não fazia questão disso.

Sra. Ives escreveu:
- Boa noite querida, eu sabia que viria. Nick está no hospital com Jack, ele esqueceu de levar isso.

Ela então assentia positivamente pra Sra. Ives e se virava para os pais de Johnatham e dizia:

- Sr e Sra Merlim, eu sinto muito pelo Johnny... Ele é meu mestre, tudo o que sei de artes marciais aprendi com ele, então me doi também ver ele assim. Se eu puder fazer alguma coisa pra ajudar, me avisem.

Tão logo terminara, já era hora de partirem, Nora estava pronta carregando aquela mochila pesada. Nora logo se perguntou o que Nick poderia estar levando nessa mochila pra que fosse tão pesado? Era apenas uma noite que ela passaria no hospital, pelo que lembrava. Porém, Nicholas estava tentando fazer aquele leve interrogatório do caso, Kamuriel e Nora achavam prudente deixar ele fazer esse interrogatório, mas esse interrogatório seria feito de um jeito ou de outro, seja por Nicholas, seja por Amanda ou pelos dois, então não precisava ser feito agora e de qualquer forma o depoimento prestado ia precisar ser feito também na delegacia, pelo menos Nora achava, então teriam que passar pela situação de perguntas denovo.

Nora então se aproximava de Nicholas e dizia:

- Com licença, policial Nicholas, desculpa interromper eu sei que é importante mas... Eu estou indo já pro hospital, você vem ou vai ficar mais um pouco?

Ela dizia com quem sabia que o policial estava fazendo algo importante, mas que ela também tinha algo importante pra fazer no hospital, dar apoio à sua amiga e por isso não podia tardar muito. De um jeito ou de outro, ela estava dando a opção ao policial de querer ficar pra terminar a conversa ou interromper pra ir com ela até o destino da garota. Kamuriel não queria esperar Nicholas terminar de fazer as perguntas porque se ainda pretendia ir pra escola invadir, precisaria de todo o tempo disponível que ainda lhe restaria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Ter Out 24, 2017 10:08 pm

No momento que Jean achou que iria descansar em paz, começou a ouvir vozes de uma criança sussurrando. A voz vinha de todos os lados e começou a aumentar em quantidade e intensidade, como se todo o quarto estivesse cheio de crianças suplicando por ajuda, para que ele os tire daquele lugar, daquele sofrimento. Jean segurava sua cabeça quando sentiu como se o empurrassem da maca, ao mesmo tempo que o protetor da mesma caiu, levando com que ele caísse ao chão, com muita dor. As vozes não paravam e Jean estava a ponto de perder a cabeça mas tentou se segurar ao máximo. Com calma e força de vontade, se colocou de pé e procurava retomar o foco em meio ao turbilhão de vozes em súplica. Ele não sabia se estava ficando louco e o que segurava a sua mente eram as lembranças das colinas silenciosas e dos acontecimentos com seu ex-mestre.

Meio em contradição consigo mesmo, Jean mais uma vez proferiu sua voz para as paredes, tentando alcançar aqueles que suplicavam lhe auxílio.

Jean: - Calma por favor! Parem de falar ao mesmo tempo! Eu não consigo pensar com tantas vozes na minha cabeça! Aonde vocês estão? O que está acontecendo?

Jean focava na situação, nas vozes, em si. Sua cabeça ignorava totalmente aonde ele estava e como estava, procurando terminar com tudo aquilo que inundava a sua cabeça para depois se recompor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
JohnMilton
Namaru
Namaru
Data de inscrição : 09/10/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Ter Out 24, 2017 10:52 pm


A casca que era John Milton navegava entre as ruas de Long Branch...

Kha'thladuz, o Elohim caído estava se acostumando aquela vida suntuosa que seu hospedeiro lhe proporcionara, mas nem sempre havia sido assim...

Tudo era luz e esplendor antes da Guerra e da cooptação do Elohim. Maldito Lucifer e suas intenções.

Kha'thladuz não desejava servir ao Criador... Via na Estrela da Manhã uma forma de desenhar seu próprio império...

Mas tudo dera errado... Humanos... Sacos de carne que em nada condizem com a grandeza das intenções colocaram tudo a perder.

Tinha sido condenado ao negrume, esquecimento, desespero e dor.

E a alma de Kha'thladuz era a representação viva daquele Abismo.

Mas aquela perdição de ébano de todo se desenlaçara diante de seus olhos...

Um turbilhão de almas feria todo seu âmago, mas naquele último instante, em que quase desistia de sua existência, naquele milésimo de segundo, um porto seguro se assomara.

Aquele antes príncipe de luz, sentia, mais uma vez, algo que a muito desconhecia... A gravidade e o oxigênio.

Kha'thladuz sentia, mais uma vez, seu existir. Mas tinha outro nome... Era outra pessoa.

Sentia aquela centelha humana preencher sua mente, e, no mesmo momento maravilhara-se com tudo a sua volta.

Mesmo sentimento que agora ele sentia enquanto conduzia o veículo do Causídico... Não... O seu veículo.

Mas tinha um plano maior a desenvolver e para isso precisava daqueles humanos... O Bureau assomava diante de si.

Muitos carros de emissoras de tv e outras midias se encontravam ali.

O Palco estava armado... Dos reconcavos da memória do Advogado um brocado latino vem aos lábios do Diabo

- Panis et Circensis

Um sorriso de esguelha se desenhava nos labios mortais de John Milton... Era hora do show...

A BMW estaciona a frente e ele, sem pestanejar sai avançando pela multidão, vançando na loucura dos reporteres


Os flashes e a cacofonia deliciavam o Elohim... Era o centro das atenções e isso lhe aprazia

Desvencilhando-se dos reporteres ele perde alguns segundos diante daquelas raposas

Sorrindo ao ouvir os questionamentos John Milton olha fixamente para camera

- Meu cliente é inocente isso é certo, ele afirmava com a certeza dos Justos e continuava, e será breve o tempo que permanecerá sob custódia. E deveras certo que Sua Excelência, Desembargador Bredley, a quem nutrimos profundo respeito e consideração, será judicioso o bastante para se ater a realidade que sustentamos

Ele olha em torno e com um meneio de cabeça lança um

-Sem mais perguntas

E tão categorico quanto parou e dispendeu sua atenção o Advogado traça a reta em direção ao outro causidico que lhe esperava, deixando para trás o burburinho dos reporteres

Enquanto caminhava, tentava se lembrar tudo a seu respeito.

Por fim, chega ao outro Advogado e lhe estende a mão, desconsiderando o barulho atras de si

- Dr. Lane, boa noite. É um prazer encontrá-lo novamente


OFF:
 




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sab Out 28, 2017 7:11 am

Jean Dasnoy
FDV 5/6
Vitalidade - 1 Ferido (2 Contusivos 1 letal - 1 dia p/ recuperar) 




Hospital Long Branch Medical Care  - 18:45 ???

Jean ainda com dificuldades se ergueu, as vozes não se calavam pelo contrário ficaram mais fortes e irrompiam como trombones em seus ouvidos obrigando o jovem a tentar abafar os sons com suas próprias mãos. Ele caminhou arrastando os pés vagarosamente até o banheiro quando percebeu que todo o esforço que estava fazendo o fez ter uma hemorragia. O ferimento em seu rosto se abriu e começou a escorrer sangue ele podia ver no espelho do banheiro o quanto estava machucado. Michel havia dado uma surra tão feia nele assim ? 

Jean gritava pedindo para que parassem mas elas não paravam, as crianças gargalhavam e isso pertubava mais ainda Jean pois ora elas sofriam ora elas zombavam de Jean. Revoltado Jean socava a parede tentando estabilizar a sua confusão mental e de fato isso parecia funcionar. 


Por pouco tempo...

Um rompante de gritos ocoou no banheiro bem forte e antes que Jean pudesse perceber estava sentado no banheiro o jovem e promissor advogado Giovanni, seu olhar era triste e melancolico. Estava sentado na privada com aquela gravata negra e o terno grafitti que adorava usar. O garoto parecia pálido, mas encarou Jean nos olhos apesar de estar muito chateador. 

Giovanni : - Por que Jean ? Porque você me deixou morrer ? Eu só queria ter tido a chance de ser um grande advogado ! Eles tiraram a minha vida ! Por que ?





Citação :
Jean teste de Auto Controle Diff 9. = Falha Critica

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Out 29, 2017 9:53 pm

Kha'thladuz (John Milton)
Fé 3/3
FDV 5/5
Tormento 0/4 




Federal Bereau Investigation of Long Branch - 20:30

As respostas de Milton foram rapidas, alimentaram parte da cobiça por informação dos reporteres que forçavam o máximo que podiam o alcance de seus celulares atraves da poderosa parede de seguranças que ficava entre os reporteres e Milton. 

É claro que havia muito mais perguntas a serem feitas e quem sabe respondidas mas Milton tinha muito mais o que fazer e realizar sua verdadeira função além de responder a curiosos da mídia. 

Assim que entrou no elevador o Celestial trouxe pra sí as memórias do hospedeiro. Um grupo de lembranças dos gabinetes de estado. O nome daquele homem era Raymond Lane, chefe da Lane e associados do lado sul de long Branch. Lane sempre foi ganacioso por dinheiro e já havia sido de um grande associado no inicio de sua carreira , Sullivan & Cromwell, uma das 10 melhores firmas de todo o país. Hoje Lane estava tocando seu próprio escritorio com a ajuda plena do milionário Spencer Clinton e foi nesse momento que a mente de Milton lhe rendeu um grande estalo. 

Lane ergueu a mão para que os dois se cumprimentassem. Sem os oculos escuros era possivel observar dentro dos olhos do sagaz homem e ver que sua aparencia jovem escondia anos de sabedoria implicita. Por entre o aperto de mão Milton consegue sentir que o homem deslizara um pequeno pedaço de papel para os dedos de Milton, algo pequeno que daria para poucas palavras. 

Spencer Clinton era um Audaz Milionario em Long Branch e além de todo o seu poder financeiro Clinton era a casca mortal reservada para o poderoso Soberano Maliel - Os Olhos da Água - Dono da Corte de Long Branch e senhor daquela cidade. Maliel tinha uma peça importante em cada ponto da cidade e não se admirava em perceber que Lane estava no tabuleiro de Spencer. 

O elevador finalmente chegava e a dupla agora poderia seguir rumo ao local da audiencia. Lane era bastante receptivo, sua voz era firme e seu cabelo impecavelmente inalteravel pelo gel. Seu cheiro era agradável assim como o de Milton, uma melodia tranquila tocava baixa enquanto eles esperavam a chegada do andar desejado.

Dr. Lane : - Ora, pelo visto não teremos muitos problemas em encontrar a brecha que precisamos. Dr. Milton não é ? Especializado em Direito Criminal em... Utah ? Me perdoe, minha memória falha às vezes. Eu serei o advogado do Sr. Perkings estamos juntos no caso. Voce representa o Bustamente e de jeito nenhum o Sr. Clinton deseja que a nossa corporação policial fique por tanto inoperante. 
Aproveitanto que estamos aqui posso relembra-lo de tudo, Já faz quase mais de uma semana em que os Federais prenderam Jerkings, a acusação é de Conspiração e Cumplicidade com o Terrorista Teufel, aquele cara implantou bombas e explodiu 2 escolas, Teufel ainda está foragido e o FBI acusa Jerkings e agora Bustamente de estarem escondendo evidencias investigativas referente ao caso. Parece que a corregedoria não é capaz de realizar seu trabalho sozinho , hehehe . Nosso trabalho é livrar os dois desse terrivel engano. 

Quando a porta se abre. Milton e Lane são recebidos por alguns homens vestidos de negro. Paletó, oculos escuros e detectores de metal. Ambos são revistados e confircados de qualquer arma letal que pudessem estar usando, Lane tem até o seu taser para defesa pessoal retirado de sí. A dupla então poderia seguir até uma porta de metal onde teriam o primeiro contato com seus Réus .

 
Caso queira ler o que está escrito no Bilhete escreveu:
Chame Maliel - Bastião Il-Ilum em perigo.


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Ter Out 31, 2017 12:49 am

A situação de Jean se complicava mais. As vozes aumentavam e Jean se arrastou ao banheiro, implorando para que parassem. Um de seus pontos se abriu com a força que fazia e o sangue começava a escorrer enquanto o eco das vozes aumentava de forma insuportável até que Jean percebeu que Giovani estava no banheiro, melancólico e triste.

Giovanni : - Por que Jean ? Porque você me deixou morrer ? Eu só queria ter tido a chance de ser um grande advogado ! Eles tiraram a minha vida ! Por que ?

Jean não acreditava no que via. Era mesmo Giovani? Jean agora conseguia enxergar e ver os mortos ou isso fazia parte da alucinação? Mas parecia muito real. Jean não conseguiu impedir o impulso de responder a seu amigo.

Jean: - Cara, é você mesmo? Eu sinto muito! Eu não sabia! Eles são loucos cara, mataram o Leo também e quase me mataram junto com o Bomba e o Angelo. A gente tá sentindo muito a sua falta mas seu lugar não é mais aqui parceiro. Se você não partir pode ficar preso nesse plano baixo! Tem como eu te ajudar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Ter Out 31, 2017 10:19 pm

Sephiroth (William Chase)
Fé 3/3
FDV 7/7
Tormento 0/3




Residência de Karen Ford - 20:00


Sephiroth admirava a grande lua gloriosa no céu, maravilhosa obra prima que ele jamais encontraria igual. A beleza daquele astro era para Sephiroth comparada ao objeto de beleza que William tinha pelas tão importantes mulheres de sua vida. O celestial ponderava os sentimentos e os equiparava, ele poderia ficar naquele estado de meditação por horas, mas fugir de sua linha de raciocinio não era o seu plano por aquela noite. 

Chase estava na sala de estudos da casa de Karen Ford. O lugar era aconchegante, possuía uma lareira para os dias frios como aquele. Em Long Branch, o inverno era frio mas não era nada comparado ao inverno londrino do século passado. Certamente aquela lareira iria ter de ficar aquecida a noite toda para mante-los quentes se eles estivessem no velho mundo. Ford estalou o dedo como uma forma de atraír a atenção de William para o que ela estava prestes a dizer. A garota estava com a face debulhada em um note book, aparelho da era moderna usado unicamente para escravizar mentes por oras enquanto você buscava alguma informação e em troca aquele aparelho sugava sua vontade e claro todo o seu tempo. Aquele aparelho certamente fora criado por um Annunaki que odiava os Neberu e que queria acabar com o tempo util de toda a humanidade. 

Karen : - Eu achei o que eu estava querendo te mostrar, ouça com atenção. "Março de 2017, um homem chamado Roy Tellor foi preso hoje pela manhã acusado de conspiração com um grupo responsável pelo sequestro e assassinato do aspirante a Advogado Giovanni Izbu de origem mestiço italiana" Veja, essa é a foto dele. 


Karen : - Então ligue os fatos, você me disse que um tal de Harrisson Lombard tentou te prender, juntamente com um culto ou sei lá o que. Mas eles falharam, esse tal de Lombard foi o único sobrevivente, eu te chamei aqui é porque há um mês atrás eu poderia jurar que eu encontrei indicios de que esse cara estava usando nome falso, sua ID era falsa, até mesmo o local que ele morava ele usou o nome Tellor, mas nunca houve qualquer outro registro de Tellor em Long Branch ou outros estados do País e a loucura não pára por ai...

Karen fechava a tampa do notebook, finalmente ela parecia ter se livrado do transe e acabou atraindo tambem a atenção de Chase. 

Karen : - Você acredita que todos os registros de Tellor foram apagados do Banco de Dados da Policia ? Só ficou o registro de prisão dele e nada mais. Agora se eu digo a alguém que no mês que ele foi preso nós tinhamos os indicios que ele poderia estar usando um nome falso me chamam de louca ou incopetente. Aff...

Ela dava um tapa demonstrando sua revolta perante o acontecido, a foto que ela mostrou realmente trazia muita semelhança de Lombard, mas como ele permaneceu vivo por todo esse tempo ? Como ele conseguiu escapar das garras de Sephiroth até hoje...?

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Kamuriel
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Ter Out 31, 2017 11:33 pm

Trilha Sonora:
 

O Abraço dos Condenados estava a apreciar sua primeira Criação. Observando a luz do luar, estava recostado com o ombro na parede ao lado da cortina, uma das mãos nos bolsos da calça social azul escura, a outra mão segurava uma taça de um aromático Delamain a pouca distância do peito com o cotovelo levemente dobrado no sobretudo social negro e a camisa social branca desabotoada nos primeiros três botões acima deixando exposto de forma provocante. Seu olhar era vago e pesado em direção à esfera prateada, sua expressão era serena e sonolenta. Ele levava um pouco do conhaque aos lábios perfeitamente desenhados de William e o sabor ardente e destilado percorria fracamente o paladar, repassando por milésimos de segundos até percorrer pela garganta como fogo liquido.

Lucilla... Isabel... As duas iriam apreciar tanto aquela vista... Como William queria poder compartilhar mais com elas... Mas ele teria sempre de carregar aquele fardo que era o Amor para com sua devassa mãe e sua inocente noiva. O sangue descia aos olhos de William todos os dias que olhava uma mulher que tinha o mínimo de beleza e doçura comparada com as duas. William as amava tanto quanto Sephiroth amava o Inverno e a Lua, assim como também o escárnio e o horror. Eram como se todos fossem da mesma natureza sombria.

Foi então que Sephiroth escutou o estalar dos dedos de Karen acompanhado do som do fogo queimando à sala como a única música ambiente viva, mas o Neberu ainda mantinha-se fixo a apreciar mais a sua Criação como se o gesto da detetive em nada tivesse adiantado para despertar-lhe a atenção.


Karen escreveu:
- Eu achei o que eu estava querendo te mostrar, ouça com atenção. "Março de 2017, um homem chamado Roy Tellor foi preso hoje pela manhã acusado de conspiração com um grupo responsável pelo sequestro e assassinato do aspirante a Advogado Giovanni Izbu de origem mestiço italiana" Veja, essa é a foto dele.


Sephiroth escutava as palavras de Karen mas não tinha o desejo de seguir até ela no momento, permaneceu parado sem parecer dar muita atenção ao que a seguidora dizia, foi necessário que ela o chamasse uma segunda vez para que o Abraço dos Condenados decidisse que seria incomodo ter sua atenção convocada uma terceira vez. Em silêncio ele então desencostou do seu canto ao lado da cortina e tomou mais uma dose do Delamain e como numa breve despedida com o olhar ao luar ele se virou caminhando calmamente até atrás da detetive Ford e pousou levemente a taça na mesa sem fazer som algum e por fim reclinou-se pondo seu rosto lado a lado, muito próximo ao rosto da detetive a fim de enxergar a tela do monitor, tão próximo que ela poderia sentir facilmente o aroma agridoce do Givenchy, mas a detetive veria que sua atenção não estava nem um pouco nela, apesar da aproximação quase provocante e sim estava no monitor daquela manufatura Annunaki.


Karen escreveu:
Então ligue os fatos, você me disse que um tal de Harrisson Lombard tentou te prender, juntamente com um culto ou sei lá o que. Mas eles falharam, esse tal de Lombard foi o único sobrevivente, eu te chamei aqui é porque há um mês atrás eu poderia jurar que eu encontrei indicios de que esse cara estava usando nome falso, sua ID era falsa, até mesmo o local que ele morava ele usou o nome Tellor, mas nunca houve qualquer outro registro de Tellor em Long Branch ou outros estados do País e a loucura não pára por ai...


"A menos que algo humanamente estranho tenha acontecido, é ele."

Sephiroth pensou, mas não disse nada à detetive, esperando que ela terminasse sua linha de raciocínio, e enquanto isso o rosto de William permanecia sereno, sonolento, facilmente confundido com o tédio, como uma bela estátua de mármore em devaneio.


Karen escreveu:
- Você acredita que todos os registros de Tellor foram apagados do Banco de Dados da Policia ? Só ficou o registro de prisão dele e nada mais. Agora se eu digo a alguém que no mês que ele foi preso nós tinhamos os indicios que ele poderia estar usando um nome falso me chamam de louca ou incopetente. Aff...


Sephiroth ergueu o corpo de William novamente até voltar à postura ereta sem dizer nada por alguns segundos, ele então tornou a olhar para a lua novamente àquela distância, como se nada do que a detetive tivesse lhe dito fizesse diferença alguma para ele, e é então que William se encaminhava até um pouco próximo da lareira e observava a brasa do fogo ardente, dançando e lutando contra seus irmãos pela lenha que o mantinha vivo. Ele recostou o braço em cima da lareira e continuou a olhar o fogo que refletia como espelho em seus belissimos olhos castanhos claros.

Uma voz barítona serena e gentil se fez presente finalmente:

- A senhorita talvez seja louca, detetive, mas certamente não é incompetente.

Ele parar por um segundo e respondia:

- Eu... não gosto de tirar conclusões precipitadas, sou alguém muito... Paranoico, a senhorita entende?

Ele então torna a olhar para ela com aquelas orbes claras que refletiam levemente a luz da lareira e a expressão blasé que lhe era tão característica.

- Lembro-me do rosto do pobre Lombard como se fosse ontem, mas aparência enganam e sabemos bem disso. Confesso que não era minha intenção permitir que ele escapasse, mas hoje traz-me júbilo poder caçá-lo. "Tellor"... Tem amigos poderosos, ele nos dará trabalho.

Dizia ao fim com um levissimo sorriso de canto dos lábios fechados, como se apesar da compreensível dificuldade que enfrentaria, não seria nada realmente problemático. Ele continuava desviando o olhar da detetive de volta ao fogo dançante.

- Qual foi o interesse de "Tellor" no nosso falecido estagiário de Direito? Temos detalhes do caso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Mitzrael
Admin
Admin
Data de inscrição : 15/02/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qua Nov 01, 2017 1:00 pm

pensando:droga  se eu nao  sair daqui logo vou morrer ou chegar perto quem na favela do rio quando pegou fogo .mas dessa vez não H voce não vai se sair bem dessa .

Alex corria para a porta da frente e olhava , sabia que não teria outra saida a não ser sair pela frente Alex não pensava duas vezes e assim ele fazia tomava distancia e corria pra porta , jogando todo seu peso e assim que abriu ele usava seu poder celestial para entrar no outro mundo e assim tomando distancia do local para não ser encontrado .

pensando : não posso acreditar que perdi uma pista dessa mas isso foi obra dele isso indica que estou mas perto
vamos la preciso aperta mas o certo fazer , ele vai vacilar essa e minha unica chance .


gasto 1 fdv pra derrubar a porta  Twisted Evil  Twisted Evil

_________________
"Juro consagrar minhas palavras, minhas armas, minhas forças e minha vida em defesa dos mistérios da fé cristã"- Dustiel - Da Morte Gloriosa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sex Nov 03, 2017 8:53 am

Jean Dasnoy
FDV 5/6
Vitalidade - 1 Ferido (2 Contusivos 1 letal - 1 dia p/ recuperar) 




Hospital Long Branch Medical Care  -  ???


Existia uma dualidade entre o real e o imaginário na mente de Jean. Como acreditar no que estava vendo ? Será mesmo que aquilo era verdade ? Todos haviam dito que Giovanni havia morrido mas de fato ele não chegou a ver o corpo de seu grande amigo sepultado. Giovanni parecia incrivelmente real, seu geito de ser, sua voz. Talves aquilo tudo não fosse só um sonho ou uma peça que seus malditos amigos gostavam de fazer no Halloween. O banheiro parecia ter sido envolvido por uma bruma clara que escondia os pés de Jean e de Giovanni. Um frio tomou conta do local enquanto os dois conversavam e o sons das crianças conversando no banheiro feminino continuava, elas riam e brincavam, pareciam duas meninas felizes agora. 

Enquanto isso Jean tentava arrumar uma forma de amenizar a dor de seu amigo, Giovanni se ergueu do vaso sanitario e começou a caminhar. 

Giovanni : - Me ajudar ? Cara eu to fudido, eu sinto tanta dor, mais tanta dor !! Eu só queria me divertir com vocês como antes cara ! Só isso !! 

Giovanni erguia as mãos lentamente enquanto caminhava, do meio de suas pernas escorria muito sangue, quase uma garrafa de sangue por segundo, aos mãos erguidas de Giovanni tentavam alcançar Jean mas elas estavam derretendo como cera quente. O cheiro de ácido e as borbulhas tomavam conta da face de Giovanni derretendo sua face exatamente como ele havia morrido. Um sofrimento único que Jean jamais poderia imaginar. Chegou um momento em que Jean ficou encurralado, nas suas costas a pia do banheiro com um espelho e a sua frente Giovanni, ele tentou se esquivar para o lado e alcançar a portar mas foi tarde demais. Giovanni já havia agarrado sua camisola hospitalar rasgando-a enquanto deixava Jean nu. Giovanni caía por cima de Jean com o corpo e o rosto pingando o liquido capaz de derretar a pele de Jean. O garoto sentia que as primeiras gotas acertavam o chão ao seu lado e o acido era forte o suficiente para separar até as moleculas rigidas do piso. 

Jean estava a ponto de sentir a mesma dor que Giovanni sentiu ao ter todo o seu corpo derretido pelo acido? 

Citação :
Giovanni Teste de Agarrar Diff. 4 = 4 Sucessos
Jean Teste de Esquiva Diff 8. = 2 Sucessos


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sex Nov 03, 2017 9:40 am

Sephiroth (William Chase)
Fé 3/3
FDV 7/7
Tormento 0/3




Residência de Karen Ford - 20:15

A investigação continuava, Ford e Chase ficaram discutindo sobre quem poderia ser ou o qual seria o interesse de Tellor. As peças precisavam ser ligadas de maneira correta e Ford era muito boa nessa área. 

Karen Ford : - Humm... Como eu falei, ele estava envolvido com um grupo de sequestradores e psicopatas. Esses caras mataram outro estudante de nome Leonard Banks. Aparentemente ainda não encontramos nenhuma ligação aaa não serrr, que os dois estudantes conheciam 2 garotos, seus nomes eram Jean Desnoy e Angelo Rodrigo. Giovanni era amigo dos dois de infancia enquanto Leonard era amigo deles da faculdade de Ciencias Biológicas, aliás tem outra informação importante que eu queria te mostrar. 

Karen então tecla um pouco mais acessando seus arquivos pessoais até achar algumas fotos da faculdade, e de algumas pessoas. 


Karen : - Esse é o reitor da faculdade de Ciencias Biológicas na qual Leonard, Jean e Angelo estudavam. Advinhe só. O corpo de Leonard foi encontrado no porão da casa do nosso senhor Strong aqui, ele estava diretamente envolvido com o sequestro de Giovanni também encontramos um registro da conversa dele com nosso amigo Tellor que estava trabalhando como zelador na faculdade dele. Concegue perceber ? Tellor e Strong participaram diretamente do sequestro de Giovanni e Leonard, mas o principal alvo não eram os dois e sim os garotos Angelo e Jean. 
A policia foi investigar Jean Desnoy e Angelo Rodrigo e nós descobrimos que eles estavam sendo ameaçados por ligações anonimas, eles queriam que os dois garotos realizassem exigências e favores, algo me diz que esses dois garotos são a chave para encontrar Tellor ou pelo menos qual é o objetivo dele. 

Karen então acessa outra parte de seu computador que mostra fotos de outras vítimas dos sequestradores. 

Karen : - Este é Johnathan Merlin, deu entrada no Medical Care Hospital recentemente, infecção estranha, mas o mais estranho é que o telefone dele estava na lista de chamadas realizadas por Tellor quando confiscamos o telefone dele. E por fim preciso te mostrar isso. 

Karen então mostra fotos do carro blindado da policia depois da fuga de Tellor, havia sinais de explosão na porta e derretimento da fechadura realizadas de dentro para fora. 

Karen : - Algum policial deve ter ajudado Tellor a fugir, todos os policiais estão sob suspeita de cumplicidade ao terrorismo, o FBI está trabalhando fortemente atrás dos responsáveis até mesmo eu estou na mira dos Federais. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sex Nov 03, 2017 10:17 am

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 3/3
FDV 8/8
Tormento 2/4 
Ferido -1 Agravado




Área da Penumbra - Residência de Kurt Nelson - 20:45



Sem muito tempo para pensar e um pouco ferido pelas queimaduras Alex usa toda sua força para atravessar a porta principal. 

O Jovem salta com toda a força como se mergulhasse atravessando a porta e seguidamente rasgando o véu que dividia os dois mundos, o dos vivos e a dos mortos conduzindo a sí mesmo para uma nova dimensão. Seu corpo já não estava seguindo os padrões da realidade mortal.  Suas longas asas se abriam e sua verdadeira face celestial era importa naquela realidade, o vermelho era a principal cor que podia ser vista naquele novo cenário. O cheiro de cinzas era forte e de certa maneira a impressão que o Algoz tinha era de que ele não havia saído da casa em chamas, a sua volta havia uma grande cortina de fogo. 

O fogo naquele novo cenario parecia ter muito mais vida do que mundo mortal, o fogo se propagava e se movimentava de propósito tentando impedir o Algoz de fugir das chamas criando uma grande parede a sua volta. O calor era imenso, ferido Dustiel avaliava a situação percebendo que estava encurralado tanto quanto antes. 



Dentro do fogo dezenas imagens de rostos deformados se materealizavam e gritavam pedindo por vingança por tudo o que Dustiel um dia cometeu. 


Citação :
Dustiel teste de Atravessar o Véu 5 dados Diff 8. = 1 Sucesso
+1 tormento Obtido


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sab Nov 04, 2017 12:22 am

Jean estava muito assustado. Seu amigo estava ali! Ele lhe dizia sentir dor o tempo todo e querer a vida que tinha de volta. Ao seu redor uma bruma fria cobria todo o banheiro e o som das crianças agora era alegre, como se brincassem despreocupadas, como se as suplicas que proferiam a pouco não houvessem existido.

Giovani segue em direção a Jean. Sangue escorre de seu corpo enquanto ele se aproxima. Ao chegar mais perto seu corpo começa a derreter, da mesma forma que aconteceu quando ele morreu. O ácido escorre pelo seu corpo e corroe o chão ao cair. Tão próximo de Jean, Giovani tenta agarrá-lo e arranca o seu avental. Jean, ferido e assustado fica acuado, sem saber o que fazer.

Jean: - MAS QUE PORRA!

Jean solta um berro! Giovanni era seu amigo, amigo de verdade. Aquilo que estava ali ou era sua imaginação lhe pregando uma peça, talvez algo tentando se passar por Giovani ou o que restou dele, impregnado e denso, tomado pela dor e as emoções baixas que o prendem a esta pseudo existência incapaz. Então, caído com Giovani sob seu corpo, Jean reúne suas forças trazendo suas pernas próximas ao seu peito e empurrando Giovani longe. Em seguida Jean se ergue da melhor forma capaz.

Jean: - Eu não acredito que eu estou aqui vendo você reclamar de dor e sentindo pena de si mesmo. Que merda de cagão é você afinal.

Jean então se lembra de seu ferimento aberto e leva sua mão até a ferida e caminha para fora do banheiro.

Jean: - Vê se não me enche a paciência e não me procure de novo pra me atazanar.

Ele não tem certeza do que está acontecendo nem do que está fazendo, só sabe que não vai ficar ali com medo e deixar se levar pela situação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Mitzrael
Admin
Admin
Data de inscrição : 15/02/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Ter Nov 07, 2017 6:04 pm

Alex olhava aquele local e via o quanto de odio era abtado e sabia de certa forma aquilo foi causado pela sua furia .

os olhos de Dunstiel se enchiam de lagrima e tristesa .ele abaixava sua cabeça e saia daquele reino .indo em direção ao outro lado da rua .

Alex olhava a casa em chamas .

pensando ;
desculpe por ter causado tanta dor em vcs , sei que vcs nao merecem isso , e juro achar um modo de me redimir com tuda dor que ja causei um dia .


Alex seguia para seu apartamento precisava por suas ideias no lugar , e ter um sono longo a noite não foi aproveitavel como ele imaginava , o hadra parecia tar sempre um passo a frente , mas Alex sabia , que não podia desistir , tinha muita coisa em jogo . Twisted Evil Twisted Evil

_________________
"Juro consagrar minhas palavras, minhas armas, minhas forças e minha vida em defesa dos mistérios da fé cristã"- Dustiel - Da Morte Gloriosa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Nov 12, 2017 12:59 pm

Jean Dasnoy
FDV 5/6
Vitalidade - 1 Ferido (2 Contusivos 1 letal - 1 dia p/ recuperar) 


Hospital Long Branch Medical Care  -  ???

Jean estava em duvida sobre a própria natureza das visões que estava tendo. Será que aquilo era real ou apenas um devaneio de sua mente ? Será que ele estava ficando louco ? Precisando de um psicologo ? Era muito, muito real mesmo, pode sentir seus pés nus empurarem com toda a força o tronco de Giovanni que pela força exercida, caía desconsertado no chão feito um boneco velho. Seus braços caíam devido a queda e a fragilidade causada pelo acido que cobria seu corpo. Ele gritava de dor, um gemido agoniante para os ouvidos de Jean, um gemido de sofrimento. 

Jean sentiu muita dor ao realizar aquela ação e empregar toda sua força nas pernas, ele ainda não estava completamente curado, qualquer esforço era ruim. Ainda nu ele se aproximava da porta. Girava a maçaneta redonda mas algo impedia de que a porta abrisse, algum mecanismo ou alguém estava do outro lado forçando a fechadura para que ele não conseguisse sair. Enquanto isso os lamurios de Giovanni continuavam e mesmo um pouco distante Jean podia sentir o cheiro do acido destruindo cada parte da celula de Giovanni enquanto ele gritava de dor. Uma visão triste, a fechadura então se destrancava apenas depois que Jean presenciasse toda a morte de Giovanni da maneira mais hedionda possivel, até que o corpo inteiro do amigo virasse apenas uma grande poça de gordura. 

Jean então consegue abrir a porta, mas para sua surpresa se depara com Joselyn bem na sua frente vestida de enfermeira. A sensual e maligna mulher olhou Jean por completo e sorriu, ela estava apenas a um metro de distencia dele, ela era extremamente sedutora, olhar penetrante capaz de descontrolar qualquer homem. 

Spoiler:
 

Joselyn : - Parece que você está gostando do que está vendo. Você não acha que está na hora de colocar nossas diferenças de lado e entrar em um acordo ? 

Joselyn diz enquanto encosta o jovem universitário na parede e gentilmente esfrega sua mão gentil e delicada na genitalia de Jean, por mais que Jean tentasse evitar ele estava sentindo que estava tendo prazer naquele momento. A dor da ferida se misturava ao prazer unido ao perigo que ela podia exercer, a mente de Jean não raciocinava muito bem. O que será que Joselyn teria a propor e como ela conseguiu um disfarse de enfermeira para adentrar aquele lugar ?


OFF: Você pode gastar 1 FDV para resistir a sedução de Joselyn a qualquer turno que preferi, mas enquanto nao gastar estará sob efeito da sedução. 

Citação :
Jean Teste de Força -1dados ferido Diff. 4 = 2 Sucessos
Jean Teste de Raciocinio + Autocontrole Diff 9. = 0 Sucessos


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Nov 12, 2017 3:33 pm

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 3/3
FDV 8/8
Tormento 2/4 
Ferido -1 Agravado




Residência de Kurt Nelson - 21:00

O Celestial percebeu que entidades do fogo haviam se manifestado diante da costura movida por ele. Almas inquietas que um dia provavelmente já entraam em contato com o celestial outra vez pois o sentimento de familiaidade estava implicito em seus interiores. Dustiel podia sentir o calor arder sua essência a cada segundo que permanecia ali. Dustiel então atravessou a fenda mais uma vez de volta para o mundo mortal pelo outro lado da rua. 

A situação havia ficado ainda pior. As chamas da casa estavam se alimentando cada vez mais, elas pareciam vivas e consumindo a grama, a garagem e tudo que estava ali. As chamas pareciam ter vida própria e se proliferaram em direção de duas outras casas vizinhas. 

Dustiel avistava tudo aturdido ao perceber que as chamas na verdade estavam sendo controladas pelos espiritos malignos das almas atormentadas de fogo. 


Havia uma face macabra nas chamas, escondida exatamente como na Umbra. As almas haviam atravessado os mundos pela fenda criada por Dustiel e era sua culpa que mais propriedades e inocentes estivessem em perigo. Ele não poderia simplesmente deixa-los destruir tudo ou queimar mais inocentes no processo. Um carro dos bombeiros havia chegado, 5 homens equipados tentavam usar a mangueira para apagar a casa, mas as chamas pareciam "inteligentes" demais para serem apagadas apenas com mangueiras, as chamas se alastraram pelas outras casas vizinhas da esquerda e da direita. 

Dustiel pensou em ir embora mas não poderia virar as costas e deixar pessoas morrerem. A casa da esquerda aida parecia ter um casal em seu interior, alguns bombeiros tentavam usar as escadas para chegar pelas janelas e salva-los. Havia muita gente na rua observando o acontecido mas apenas a familia da casa da direita avistou Dustiel que para sua surpresa foi visto atravessando a costura Umbral que ainda estava aberta em suas costas, uma visão fantasmagorica do outro mundo certamente era impactante demais para meros mortais. O casal e seu filho de aproximadamente 10 anos estavam de olhos arregalados abraçados uns aos outros olhando para Dustiel como se ele fosse o verdadeiro demonio...

Citação :
Dustiel Teste de Consciência Diff. 7 = 1 Sucesso


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Seg Nov 13, 2017 10:27 pm

Jean estava cansado e dolorido. Em sua frente a imagem de Giovani gritando de dor enquanto seu corpo se desfaz novamente, o deixa transtornado. A porta do banheiro não abria e sua cabeça estava pesada. Jean não tem condições de suportar todo esse stress e tensão, mas ainda assim ele o faz, pois não tem escolha.

Não demorou muito tempo para que o corpo de Giovani estivesse completamente derretido no chão, Jean sente um pouco de alívio, se apoiando na porta. Respirando forte, pensando no que lhe aconteceu, não consegue deixar de sentir um pouco de culpa pelo que aconteceu com seu amigo. Tantas emoções conflitantes encheram sua cabeça até que sua linha de pensamento foi cortada após a porta ser aberta. Era Jocelyn, vestida de enfermeira.

Jean não conseguiu impedir o susto e se perguntar como ela conseguiu entrar ali, como conseguiu a roupa. Jocelyn por sua vez estava muito sensual e pressionava Jean contra a parede. Ela tentava confundir o rapaz e acariciava a genitália de Jean que estava nu contra a louça fria do banheiro enquanto pedia uma trégua para entrarem em um acordo.

A dor da ferida, a adrenalina causada pelo perigo iminente e as ações de Jocelyn se misturavam em uma sensação perigosa e proibida de prazer. Jean tenta reaver o controle de seu corpo e sua mente, resistindo ao veneno de Jocelyn, mas o esforço é grande demais para que ele consiga se defender fisicamente dela. Suas forças começam a se esvair e Jean teme seu destino estando indefeso e nu em um banheiro de hospital sozinho com Jocelyn.

(1 ponto de força de vontade gasto)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Mitzrael
Admin
Admin
Data de inscrição : 15/02/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Ter Nov 14, 2017 8:39 pm

Alex olhava para a casa sendo tragada pelas chamas demoniacas que ele acabo ajundando , de novo Dunstiel ajudava aquele miseravel .

Alex ficava parado sua mente mandava ele seguir mas suas almas sabia que devia ajudar , quando ele se virava via o que seus poderes tinha afetado mas que coisas materiais .

Alex olhava para aquela familia e via tantas outras que ja tiro em seu passado .
ele se aproximava deles com calma

Alex : nao temam sei o que vcs viram e pertubador , me chamo dunstiel sou um anjo preciso ajudar aquelas pessoas quero vcs me ajudem tambem , eu juro explicar tudo melhor depois , entrem em suas casas , ok , nao tenham medo de mim sou amigo vim para ajudar .


Alex fala isso e corria para onde tava os bombeiros mostrando seu distitivo a eles .
Alex : sou policial de Long Branch e vi esse fogo , tenho treinamento ja fui bombeiro essas chamas tao indo muito rapidos ,temos de aumentar a força .
um de voces me de um casaco temos de salvar a familia la dentro antes que não tenha como entrar .
nao podemos deixar a familia morrer .

Alex olhava a casa mas atento para ver um caminho seguro para entrar e assim salvar a familia .Twisted Evil Twisted Evil
gasto um de fdv para convecer a familia .

_________________
"Juro consagrar minhas palavras, minhas armas, minhas forças e minha vida em defesa dos mistérios da fé cristã"- Dustiel - Da Morte Gloriosa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sab Nov 18, 2017 9:00 am

Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
Fé 3/3
FDV 4/4
Tormento 0/3
Vitalidade Ok


Backstage da boate "Live" - 21:00

Estavam ali Tim, David e Al. Faltava menos de 30 minutos para que chegasse o momento em que o Hollow Dreams fosse se apresentar em um palco repleto de adolescentes e adultos drogados que compunham a sociedade underground de Long Branch. Al e David ainda repassavam os acordes para a música que iriam abrir o show e das outras que se seguiriam. O local possuía a luz um pouco precária, a manutenção já havia entrado no back stage um milhão de vezes desde de que eles estavam lá mas nada havia sido resolvido ainda. O local cheira a pólvora e era evidente de David estava incrivelmente incomodado com aquela situação e estava afetando seu desempenho no Chorus principal da música toda vez que ele e Al treinavam . 

David : - Puta que pariu Tim !! Que merda de ideia foi essa de nos meter e um duelo pra um monte de adolescentes mela cueca escutar ? Nós somos o Hollow  Dreams ! Temos de tocar no sub mundo meu xará. Como vai ficar nossa reputação assim ? 

Tim girava no ar as baquetas em um malabarismo dos quais ele adorava improvisar minutos antes dos shows. Apesar de que naquele momento ele precisou cessar sua diversão pra responder David apontando a baqueta direita na direção do amigo. 

Tim : - Tenha calma viadão, apesar do plano ter vindo da Jane foi muito legal dela ter nos inscrito nisso. Saca só. As 3 melhores bandas de New Jersey estão aqui. Se vencermos essa porra vamos tocar em Treaton cara. Na capital ! Além do mais vamos poder abrir o show do Papa Roach !! Isso é fodaaa demais ! 

Jane : - Vocês ainda vão poder quem sabe tocar em Los Angeles na California !! Não foi lá que você viveu sua infancia Al ? 

Jane voltava trazendo Red Bull misturado com Whiskey e água para os membros da banda. Como sempre ela era a tiete numero um da banda e ajudava na alimentação de fãns pelo Facebook e Instagram. 

Jane : Kd o Nataniel ? Ele nunca deixa de se atrasar não ? Eu liguei pra ele a 20 minutos e ele disse que estava aqui na porta !

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [VB6] Valor maior que o da variável Long
» Big Apple (Nova York by Night) - O Conto da cidade Vampirica .
» New Jersey by Night - Projeto Paradoxo
» New Jersey By Night - Tempos de Loucura
» [ÁLBUM] Troye Sivan - The Night is Timeless

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Entre Anjos e Demônios :: Narrativas :: Crônicas Oficiais-
Ir para: