Entre Anjos e Demônios

Forum gratis : Fórum destinado ao sistema de RPG storyteller Demônio a Queda para jogos Play By Fórum. Narradores e Jogadores ativos. Sistema de Exp e evolução de Personagem. Seja um Anjo ou um Demônio em uma busca pela decisão do Juizo Final.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
avatar
Freak Demon
Lammasu
Lammasu
Data de inscrição : 12/11/2017
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sab Nov 18, 2017 11:09 am

Muita coisa me passava pela cabeça naquele momento, mas eu deveria me concentrar. Nada de angelical e nada de demoníaco. Nada de sobrenatural. Naquele momento eu precisava ser Aleister. Naquele momento eu deveria me afundar em suas lembranças, "curtir a onda", me deixar levar pela máscara que eu atuava desde aquela noite, no topo da torre daquela catedral.

Humm....David está mal humorado.


Não precisava ser um anjo caído para perceber isso. Faltava muito pouco para subirmos no palco e a equipe de manutenção estava enrolando, a iluminação estava ruim e todo o local fedia a pólvora. Em breve mais uma trupe de junkies de todas as idades estariam berrando nossos nomes, com mentes embriagadas de maconha, álcool ou ambos. Como se tudo isso não fosse o suficiente, nosso baixista estava atrasado. Isso tudo estava estressando David, atrapalhando sua concentração.

-- Sabe o que a gente pode fazer? Vamos usar uma afinação um tom abaixo do padrão. Imagina só! Você basicamente começa com o modo frígio em fá sustenido. Isso vai dar um timbre e tanto. Nós até poderíamos terminar com um cover da "Disciple", do Slayer. Essa molecada certamente iria adorar ver alguém berrando "God Hates Us All!" no palco. Iriam se sentir muito rebeldes e fodões por estarem lá.

Eu sinceramente não sei se ele sequer me ouviu. Ele estava realmente nervoso e acabou estourando.

-- Puta que pariu Tim !! Que merda de ideia foi essa de nos meter e um duelo pra um monte de adolescentes mela cueca escutar ? Nós somos o Hollow  Dreams ! Temos de tocar no sub mundo meu xará. Como vai ficar nossa reputação assim ?

Tim girava as baquetas no ar, feliz como um garoto de nove anos. Em agilidade impressionante, ele parou a baqueta direta subitamente, apontando-a para David como se fosse um revólver.

-- Tenha calma viadão, apesar do plano ter vindo da Jane foi muito legal dela ter nos inscrito nisso. Saca só. As 3 melhores bandas de New Jersey estão aqui. Se vencermos essa porra vamos tocar em Treaton cara. Na capital ! Além do mais vamos poder abrir o show do Papa Roach !! Isso é fodaaa demais !

-- Vocês ainda vão poder quem sabe tocar em Los Angeles na California !! -- dizia Jane -- Não foi lá que você viveu sua infancia Al ?

-- Sim, foi sim. Eu também concordo que foi uma ótima ideia. É bom fazer algo diferente de vez em quando. Além disso, isso de certa forma é socialmente favorável. Se nos recusamos a tocar em locais assim vez ou outra, ficamos com fama de cuzões arrogantes. Tipo "olha lá, os babacas que se acham bons demais para tocar na nossa bodega pulguenta fedendo a pólvora" -- Terminei a frase de um jeito meio pateta, rindo. Fiz isso na intenção de acalmar David e trazer alguma alegria a todos.

Jane nos trouxe uma mistura de Red Bull, uísque e água. Era nossa fã número um, muito dedicada. Era uma menina bonita, animada e, de certa forma, inocente. Eu não vou mentir que chega a me entristecer a forma como Aleister não percebia seu amor. Ele nunca a maltratou, mas... essa sensação de vazio e desejo dela me deixa triste.

-- Obrigado, Jane -- Fiz questão de agradecer, com um enorme sorriso. Ela, assim como os demais, já devem ter notado que eu estou mais gentil do que Aleister já era. Por sorte eles não estranham. Isso faz parte do meu plano inicial, é claro, e Jane está nela. Ela é uma garota de fé, e eu desejo essa fé.

-- Kd o Nataniel ? Ele nunca deixa de se atrasar não ? Eu liguei pra ele a 20 minutos e ele disse que estava aqui na porta -- Jane começou a ficar preocupada.

-- Isso parece que está virando tradição entre baixistas, não é? -- dou mais uma risada -- Bem, de qualquer forma ainda acho a ideia de baixar a afinação muito boa. O que acha David? Topa? Isso vai dar um grande "Baam!" nesse pessoal logo de cara.

Eu gostaria de falar com Jane a sós, mas provavelmente não vou conseguir antes da apresentação. Melhor me focar primeiro no show, mas levarei ela para um canto na primeira oportunidade. Eu estava me sentindo otimista, até mesmo radiante. Esse mundo, apesar de agora decadente, me reservava oportunidades que não via em mil anos de trevas e desprezo divino.

Off:

Jane



David



Nathaniel



Tim

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qua Nov 22, 2017 12:11 pm

Jean Dasnoy
FDV 4/6
Vitalidade - 1 Ferido (2 Contusivos 1 letal - 1 dia p/ recuperar) 



Hospital Long Branch Medical Care  -  ???

Joselyn era uma mulher extremamente sensual e desejável. Manter o controle para Jean era dificil, ele estava sentindo prazer com as nuanças realizadas da moça, mas mesmo assim ele mantem o foco da conversa na tentativa de entender o plano da misteriosa mulher. 

Joselyn : - Quero lhe propor uma trégua. Você talvez não entenda os motivos pelo qual eu tive de assassinar o seu amigo e talvez nunca tente entender, eu só quero que você esqueça. Será que é pedir muito ? Me desculpe mas não foi pessoal. Eu precisava de alguém inteligente e ele era, poderia ser qualquer um e aquele outro só se meteu no que não deveria. Escute, quero que você, seu amigo  e aquela vaca me esqueçam okay ? Você faria isso por mim ?

Joselyn falava enquanto se ajoelhava massageando o orgão do jovem Desnoy até iniciar um processo de sexo oral e tentar desestabilizar ainda mais o raciocinio do rapaz. A jovem conduzia aquele processo até o final, parecia se deliciar com o resultado do orgasmo de Jean se levantou limpando delicadamente o rosto para beija-lo logo em seguida. 

Joselyn : - Esqueça esse caso, é melhor para você. Você é um menino jovem e pode encontrar milhares como eu, ou morrer igualzinho aos seus amigos. seja inteligente Desnoy ! "Besos Cariño" (Espanhol)

Jean estava fraco mas ainda conseguia manter focado as palavras de Joselyn até o momento em que ela o beijava. Suas pernas tremiam de fraqueza, assim que ela o beijou ele percebeu que o esforço do orgasmo havia consumido suas forças, havia dor e a sensação de alivio ao prazer em seu corpo. Ela o deixou ali jogado no chão do banheiro por algum tempo até que pudesse conseguir se erguer mais uma vez. 

Citação :
Jean Teste de Vigor Diff 6. -1dado = 0 Sucesso


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"


Última edição por Beaumont em Qua Nov 22, 2017 9:24 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qua Nov 22, 2017 6:40 pm

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 3/3
FDV 7/8
Tormento 2/4 
Vitalidade: Ferido -1 Agravado



Residência de Kurt Nelson - 21:30


Olhar para os olhos daquela criança sem imaginar o que estava se passando na cabeça dela era impossivel. Sem jeito e sem saber o que falar Dustiel simplesmente foi sincero. Não havia uma opção mais racional a se fazer ou pelo menos o Elohim não pensou em uma. Antes que ele pudesse esperar uma nova reação dos três diante dele um som de explosão irradiou o local, o tremor abalou as estruturas da rua e a comoção se espalhou. Uma segunda casa havia explodido em chamas. 


Alex se aproximou dos bombeiros enquanto todos fugiam desesperados e se aprosentou. 

Tenente Coronel Ivan : - Hey fico feliz que aja um policial da L.B.P.D conosco mas sou eu quem dou as ordens aqui. Esse incendio está caracterizado no tipo D. Agua não está sendo o suficiente pra conter essas chamas , elas parecem que não apagam com nada, dobramos a força da agua e agora estamos sem agua nos hidrantes. Estamos tentando usar expuma mas por Deus, nao está funcionando. Pessoal !!! A prioridande é resgatar a familia Johnson no alto daquela casa vamos !! Desculpe filho mas você está ferido demais pra continuar se arriscando, obrigado por se oferecer mas eu cuido dos meus Homens !

Enquanto o velho Tenente falava Alex observava a situação. Aparentemente a agua das mangueiras nao conseguiam de fato apagar o fogo justamente pois o fogo parecia se mover como se fosse um ser vivo se desviando dos jatos e se alimentando exatamente das coisas mais inflamaveis possiveis. Não demoraria até que a casa dos Johnson também fosse engolida pelo fogo resultando em uma terceira casa problematizando ainda mais a situação. Alex olhou bem e que os bombeiros estavam erguendo uma escada em direção ao segundo andar enquanto o casal estava na janela tentando se manter acordado devido a inalação constante de fumaça. 

Foi naquele momento em que Dustiel recebeu uma mensagem chocante em sua cerne Celestial 

Voz de Hadrakamus escreveu:
- Ha Quanto tempo não nos falamos velho "amigo". Me desculpe minha falta de modos Dustiel mas eu precisava te dar um aviso para que soubesse quando você deve parar de se intrometer...
A Voz de Hadrakamus percorreu a Centelha de Dustiel como um raio capaz de penetrar até o mais profundo abismo. A voz do Demonio era gutural e havia um ódio quente que fez com que o Elohim pudesse sentir como se Hadrakamus estivesse bem diante dele. 

Voz de Hadrakamus escreveu:
- Faça um favor a sí mesmo Dustiel. Dê meia volta e deixe este lugar e eu prometo que irei cessar o meu poder para salvar a preciosa familia Johnson ali. Aceite o fato de que eu posso ter deixado você brincar de mamãe e papai com Ravenael mas se meter nos meus assuntos pode ser bem diferente.



Citação :
Dustiel Teste de Carisma + Lábia+1FDV Diff 9 = 1 Sucesso

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qua Nov 22, 2017 10:08 pm

Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
Fé 3/3
FDV 4/4
Tormento 0/3
Vitalidade Ok


Backstage da boate "Lafayatte" - 21:15

- Hey vocês se apresentam em 15 minutos. Estejam prontos ! 

Um cara careca e de headset apareceu do nada e da mesma forma que apareceu saiu pela porta do back stage sem comentar nada além daquilo. Jane ficou pasma e de boca aberta com olhos arregalados. 

Jane : - Mas que porra é essa ? Eles deveriam ter avisado antes e agora ? - Jane dizia discando o numero de Nataniel outra vez desesperada enquanto seus cabelos cor de fogo escorriam pelo seu rosto.

Tim: - O Al tá super certo. A gente precisa tocar em tudo, grana fácil e mais gente gritando o meu nome por aí ! kkkkk. Falando sério o Nate tá vacilando cara, já falei pra ele não se chapar antes dos shows mas ele é foda. 

Tim gesticulava como se tivesse uma bateria invisivel a sua frente. Ele só estava treinando para o grande momento. Todos estavam nervosos e Lakariel tinha pela primeira vez aquela sensação tão humana de insegurança . Ele queria um tempo com Jane mas realmente aquele não era o melhor momento a menos que fosse bem rapido, qualquer outra distração poderia prejudicar o andamento já conturbado da aparesentação daquela noite. 

Jane : - Pessoas ! Saca só, o Nate não ATENDE !! Vocês sabem o que isso quer dizer ?

David : - O puto tá chapado em algum lugar nessa cidade e nós estamos sem baixista. Vocês sabem que essa merda de torneio só aceita se a banda tiver no minimo 4 integrantes não é ?

Jim : - Problema resolvido a Jane toca Baixo desde de que nosso avô era o Diabo do baixo ! 1960 ninguem se lembra dele né ?! 

Jane ainda aturdida negou com o dedo indicador e a negação se fez ainda mais presente na voz de David. 

David : - Quem ? Ela ? Puta merda, a Jane só sabe tocar aquelas músicas do R.E.M isso não vai funciona sem treino. 

Jane: - Foi mal meninos ! Eu...Não acho que vou conseguir.

O cara aparecia mais uma vez mostrando os 5 dedos da mão e desaparecendo novamente. Eles estavam com pouquissímo tempo para tomar uma decisão. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Freak Demon
Lammasu
Lammasu
Data de inscrição : 12/11/2017
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qua Nov 22, 2017 10:47 pm

-- Hey vocês se apresentam em 15 minutos. Estejam prontos !

Simples assim. O careca com headset na cabeça veio, disse isso e sumiu. Temos quinze minutos para subir no palco e nosso baixista sequer apareceu.

-- Mas que porra é essa ? Eles deveriam ter avisado antes e agora ? - Jane dizia discando o numero de Nataniel outra vez desesperada enquanto seus cabelos cor de fogo escorriam pelo seu rosto.

Eu olhava para Jane em seu estado de nervosismo. Alguma coisa me dizia que ela estava mais brava pela forma irrelevante com que o cara do headset falou conosco do que pela falta de aviso ou pelo atraso de Nate.

-- O Al tá super certo. A gente precisa tocar em tudo, grana fácil e mais gente gritando o meu nome por aí ! kkkkk. Falando sério o Nate tá vacilando cara, já falei pra ele não se chapar antes dos shows mas ele é foda.

Tim golpeava o ar a sua frente, ainda treinando o ritmo. David estava cada vez mais puto da vida e Jane estava preocupada. Não nego que eu também estava. Muitas coisas humanas não eram boas de sentir, como a insegurança que eu sentia agora. Eu pensava na música, ao mesmo tempo que pensava nela. Também não era comum para mim fazer esse tipo de confusão na mente. Nós sempre tivemos o controle naqueles tempos... precisamos voltar a ter. Ao menos eu preciso, é claro.

-- Pessoas ! Saca só, o Nate não ATENDE !! Vocês sabem o que isso quer dizer ?

-- Irresponsabilidade e banda são coisas que não combinam -- suspirei de frustração -- Precisamos arrumar uma alternativa e rápido. É óbvio que ele não vai chegar a tempo, ainda mais se estiver chapado.

-- O puto tá chapado em algum lugar nessa cidade e nós estamos sem baixista -- David estava quase rosnando agora -- Vocês sabem que essa merda de torneio só aceita se a banda tiver no mínimo 4 integrantes não é ?

-- Se ele estiver chapado, é melhor que nem venha mesmo. Não adianta ele aparecer aqui, mal conseguindo ficar de pé e ainda fazer a gente passar vergonha na hora da apresentação. De um jeito ou de outro, temos que substituir ele, ou estaremos completamente fodidos.

-- Problema resolvido -- disse Tim, sorridente -- A Jane toca Baixo desde de que nosso avô era o Diabo do baixo ! 1960 ninguem se lembra dele né ?!

Jane negou com a mão. Ela pareceu tão pega de surpresa pela ideia que corou. Ela ficou ainda mais linda assim...

Não. Não posso pensar nisso agora.

Era difícil. Aleister nunca a viu como nada além de uma grande amiga, mas ela tem uma certa pureza que me atrai. Eu realmente estou gostando dela. O pior é que David não ajudou em nada para incentivá-la; muito pelo contrário...

-- Quem ? Ela ? Puta merda, a Jane só sabe tocar aquelas músicas do R.E.M isso não vai funciona sem treino.

-- Foi mal meninos ! Eu...Não acho que vou conseguir -- Ela agora estava se sentindo mal.

Ah, David... Sua besta.

Novamente o amigável careca aparece na porta, mostra os cinco dedos estendidos e some novamente, como se fosse o tempo restante para tentarmos desarmar uma bomba prestes a explodir e matar a todos nós. Se Jane é a nossa única esperança, temos de investir nela.

Off: Resposta Empática, Doutrina dos Desejos Nível 2


-- Sabe Jane, você não deveria ficar assim chateada
-- disse eu, colocando a guitarra no case e indo até ela -- Existe muito mais aí dentro, no seu coração. Você é capaz de muito mais do que imagina. Pessoalmente eu posso te dizer que acredito em você. Bem, eu não vou te obrigar a nada que não queira fazer, mas a verdade é que nesse momento você é de fato a nossa esperança. Se você subir conosco, vai significar muito para nós e, independente do resultado dessa noite,eu vou me lembrar que você esteve lá do meu lado, nos ajudando. Eu vou me lembrar que você estava lá, e não nos decepcionou como Nate fez -- eu então sorri da forma mais graciosa que pude para ela -- Se você subir, mesmo que a gente se dê mal, eu vou ser eternamente grato, pois você mostrou que realmente se importa -- nessa hora eu queria falar que eu a amava, mas não podia.

Ia ser de fato uma loucura, mas que escolha nós tínhamos? A menos que Nate apareça no último segundo, Jane terá que ser a nossa baixista essa noite. Ela é fã da banda e com certeza andou "tirando" alguns riffs nossos em seus momentos de privacidade. Talvez ela nos surpreenda. Talvez ela seja até melhor que o Nate e, se for o caso, nossa futura baixista oficial.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qui Nov 23, 2017 1:44 pm

Jean estava acuado, nu, ferido e passando por uma situação que nunca pudera imaginar. Estava com uma mulher deliciosa o acariciando e ele além de desprezá-la, tentava resistir ao máximo as tentativas dela de o excitar. Não seria surpresa para ele se não conseguisse.

Jocelyn por sua vez dizia para Jean que o assassinato de seus amigos não fora algo pessoal e mesmo que os motivos dela fossem de certa forma bem particulares, pedia para Jean, Angelo e Kelly para deixarem Jocelyn em paz, assim todos poderiam seguir em frente.

Jean ficou sem entender um pouco aquilo. Como eles deixariam aquilo de lado? O marido de Kelly estava envolvido e o antigo mestre de Jean também! Se Jean conhece bem Michael, ele vai voltar. Será que Jocelyn não estaria mais ligada a eles? Aquilo seria um blefe? Mas ela está no hospital, porque Michael não veio junto para acabar com Jean de uma vez?

Enquanto Jean raciocinava, Jocelyn se ajoelhava, mirando o membro em riste de Jean em sua boca e galgou-o com maestria, arrancando um gemido forte de Jean. Por mais que tudo estivesse contra Jean, ele não pôde deixar de sentir muito prazer com aquilo. A dor e o prazer se juntavam, o certo e o errado se engalfinhavam, o desejo e a repúdia se misturavam e confundiam a cabeça de Jean que se entregava. Tudo aquilo parecia ter saído de um filme pornô, sem sentido, sem nexo, aonde qualquer situação terminava em sexo e Jean nunca havia tido um sexo oral tão prazeiroso quanto aquele. Ele não saberia dizer se é por causa da situação ou se Jocelyn era tão boa.

Jean: - Vo-você... Aonde está M... Michael? Ele vai voltar não vai? Aaaaah caralho. O marido de... ngh... Kelly... Ele também... putaqueopariu... Como esqueccccccccccer. Você não está mais... com eles? AAAAAAH PORRAAA.

Enquanto tentava falar, Jean se contorcia na boca de Jocelyn e sem perceber havia apoiado uma mão na pia e a outra agarrava os cabelos de Jocelyn, inconscientente movendo a cabeça contra seus quadris, que também se moviam lascivamente em direção à boca sedenta de Jocelyn.

Quando o orgasmo veio, atingiu Jean como uma explosão. As mortes, as torturas, as tensões, os combates, as frustrações, os momentos que teve que ser forte, tudo que pesava em seus ombros parecia explodir atravéz de seu falo, dentro da boca e da garganta de Jocelyn, que recebeu tudo com muito deleite, deixando escapar apenas uma gota da masculinidade de Jean pelo canto de seus lábios. Jean por sua vez perdia a força nas pernas e ia gradativamente ao chão enquanto Jocelyn limpava o rosto e beijava-o na boca, se preparando para ir embora.

Jean conseguiu falar um pouco em meio ao cansaço e a falta de ar que lhe acometia os pulmões.

Jean: - Vo-você... Deixaria-nos em paz se tivessemos feito o mesmo com você, seus amigos, sua família...

Jean coloca a mão no ferimento, fazendo uma careta de dor e interrompendo sua fala.

Jean: - O que faz você pensar que procuraria alguém como você depois de tudo o que fez.

Jean olhava para o chão. Não sabia se Jocelyn ainda estava lá. Com uma mão na ferida e a respiração forte, tentava se erquer, apoiando a outra mão na parede e equilibrando suas pernas. Parece que Jocelyn havia tomado muito mais do que o sêmen de Jean e sim boa parte do que lhe restava de energia, deixando-o mais fraco e debilitado.

"Maldita Jocelyn" pensava ele. "Nunca achei que o sofrimento pudesse ser tão delicioso. Vadia está conseguindo confundir a minha cabeça. Cadela, vagabunda, gostosa da porra. Se eu tivesse a cabeça fraca estaria pensando em ir atrás dela com outras intenções agora. Não é difícil me perder em pensamentos como esse. Porra, ela sabe como mecher com a cabeça de um homem, mas não com a minha".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Kamuriel
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sex Nov 24, 2017 11:49 pm

Chase observava a tela do monitor com seu habitual ar de falso interesse, mas a verdade é que não haviam motivos lógicos para que Karen acreditasse que Lombard e Tellor fossem a mesma pessoa, apenas seu instinto, o que de quebra para Chase e Sephiroth já eram um bom argumento. Ambos sabiam que seguir seus instintos era parte fundamental de toda decisão acertada, era um fragmento da centelha divina que guiava o individuo à Verdade.

Ele dizia com uma voz leve e serena:

- Certamente essas ligações são a chave. Lombard e Tellor tem um semblante peculiarmente semelhantes... Acredito que seus instintos possam estar certos.

Ele então olhava para o lado de fora e continuava a falar sem olhar para Karen.

- Como você está na mira dos Federais acredito que sua participação nessa investigação é inadequada e inaceitável. O modo pelo que Tellor escapou pode ou não ser por ajuda da "polícia", e sim de outra "coisa". Se Tellor desenvolveu artes mágicas, ou há algo o ajudando, são duas coisas muito possíveis, assim como a simples teoria de um policial corrupto. Vamos manter um perfil discreto, o jovem Merlim deve estar sob proteção policial nesse momento, e quanto aos outros dois Desnoy e Rodrigo? Podemos encontrá-los com facilidade?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Nov 26, 2017 11:04 pm

Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
Fé 3/3
FDV 4/4
Tormento 1/3 (+1 de Tormento Obtido)
Vitalidade Ok




Backstage da boate "Lafayatte" - 21:30

Jane estava insegura e confusa. Ela era uma baixista razoavel talvez pudesse ser melhor se se dedicasse exclusivamente ao instrumento, era a mais nova do grupo e talvez isso infuenciasse em sua decisão uma vez que todos os outros eram realmente bons naquilo que faziam especialmente Nataniel que apesar de não ser muito pontual era um ótimo baixista, mas que naquele momento era melhor que fosse mais pontual do que bom. 

David não ajudava muito, sua sinceridade as vezes poderia ser mais um revés do que uma qualidade em certos momentos, ele externava muito fácil seus sentimentos e para Jane conseguiu entender muito bem o recado do guitarrista.  

Aleister olhou para o relógio e vio o ponteio marcar 21:30, a qualquer minuto aquele contra regra iria aparecer denovo e eles precisavam estar prontos. Tim deu um pequeno salto e moveu o pescoço em forma de alongamento com os olhos fechados. David levantou as mãos abertas e um claro sinal de "eu sinto muito pelo o que falei" era o jeito dele se desculpar mas a verdade é que sem treino as chances de dar certo era de 50% os ensaios tornavam a sincronia perfeita e isso é que diferenciava o campeão do segundo lugar. 

Sem perder tempo Aleister segurou os punhos de Jane firmemente. Suas palavras fugiram de sua boca a doutrina do desejo de Larakiel ecoou sobre a voz do jovem roqueiro e em seguida os sentimentos de Jane se tornaram tão claros de se identificar que pareciam ser os próprios sentimentos de Al que o Elohim Larakiel podia sentir. Jane estava incrivelmente nervosa e havia um pitada de insegurança que impedia ela de se soltar e ser a pessoa de sucesso que ela poderia ser, esse sentimento de insegurança fazia ela se esconder na sombra do irmão que para ela era a verdadeira estrela da familia sendo que no fim os dois poderiam brilhar. 

Al fez questão de faze-la perceber o que ela não conseguia enchergar mas...

Tim : - Hey, Al ! Cara !! Você tá louco ? 

Jane : - Tá bom tá bom eu toco !! 

Quando Aleister se tocou do que estava fazendo ele soutou os punhos de Jane que em lágrimas correu como uma desesperada para o banheiro do backstage. Tim estava visivelmente irado com Al e quase arremessou as baquetas no chão mas desistiu quando o careca mais uma vez apareceu. 

Careca : - Bora gente tá na hora ! Anuncio a entrada ou desistência ? 

David nada disse apenas com olhos de desapontamente reagiu negativamente com a cabeça e o careca entendeu a resposta. 

Aleister ainda estava um tanto confuso, o que fez Jane se descontrolar daquela forma em lágrimas e porque seus amigos desaprovaram sua atitude naquele momento ? 

Tim : - Porra cara ! O que deu em você ? Ela ainda é a minha irmã sabia ? 

Tim ficou realmente chateado e seguiu para o banheiro. David foi o único que ficou com ele ali. 

David : - Suas palavras foram mais sinceras que a minha cara, e olha que eu sou o rabugento da turma. Você pode estar certo mas ainda assim você foi cruel nas palavras. 

Ainda sem entender muito Al tentou refletir no que disse, parece que alguma coisa no uso do poder ainda pecisava ser medido de forma que fosse usado corretamente. Infelizmente o grupo acabou perdendo a chance de participar da audiencia da noite. 
  

Citação :
Al Teste de Resposta Empatica Diff. 6 = 1 Sucesso


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Freak Demon
Lammasu
Lammasu
Data de inscrição : 12/11/2017
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Nov 26, 2017 11:51 pm

– Hey, Al ! Cara !! Você tá louco ?

Tim estava puto. Eu acabei de me dar conta do que havia feito. Foi como um ato instintivo; algo que eu não deveria ter feito, mas que só percebi tarde demais.

– Tá bom tá bom eu toco !!

Eu ia dizer para ela me desculpar ou para deixar para lá, mas não deu tempo. Suas lágrimas escorreram no rosto, e ela correu para o banheiro chorando. Eu ainda não entendia... Que merda foi isso? Eu só... eu só queria ajudar! Tim quase arremessou as baquetas no chão. Na verdade, ele ia fazer isso mesmo, mas desistiu quando o maldito humano apareceu novamente na porta.

– Bora gente tá na hora ! Anuncio a entrada ou desistência?


Eu nunca me senti tão desnorteado, tão impotente. Quando esse sujeito apareceu novamente, eu o olhei com um grande ódio. Maldito humano... Maldita criatura pela qual eu fui cair! Minha vontade era de falar "Você e essa gente toda que se foda!", mas bastou um sinal negativo e desapontado de David para que o cara entendesse o que tinha acontecido. O que aconteceu foi: eu estraguei tudo. Eu quis ajudar e fodi com tudo.

– Porra cara ! O que deu em você ? Ela ainda é a minha irmã sabia ?

– Desculpa... Eu achei que ela... Eu só queria ajudar.

Ele mal olhou para mim e foi atrás de Jane.

– Suas palavras foram mais sinceras que a minha cara, e olha que eu sou o rabugento da turma. Você pode estar certo mas ainda assim você foi cruel nas palavras.


Eu olhei para David totalmente sem ânimo. Ele estava certo.

– Eu tentei inspirá-la, mas acabei pressionando ela ainda mais. Foi uma ideia idiota... David, cuida dela, tá? Diz que eu sinto muito. Eu não queria magoar ela. Eu... Porra, eu sou um bosta mesmo!

Eu precisava sair de lá. Sem perder tempo, saí pelos fundos. Não queria mais saber da apresentação. Foda-se a apresentação. Senti meus olhos arderem. Eu sabia o que era isso. Era vontade de chorar. Magoei a única pessoa que eu, Lakariel, caído e maldito, realmente me importo.

Não perdi tempo em pegar o meu veículo e ir embora de lá. Eu queria ir até a catedral. Sentia algo queimando dentro de mim. Algo me corroendo... Sabia que era um local óbvio e que eles procurariam lá por mim, mas ao menos eu teria um tempo sozinho para refletir sobre tudo isso.

"Você me fez fazer isso... Você me fez assim...quando me exilou!"

Muitas coisas passavam pela minha cabeça. A criadora me veio a mente... Amada mãe...nesse momento meu coração queima por você, mas queima de ódio...

"Você... A culpa é sua!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Seg Nov 27, 2017 8:46 am

Jean Dasnoy
FDV 4/6
Vitalidade - 1 Machucado (1 Contusivo 1 letal - 1 dia p/ recuperar) 


Hospital Long Branch Medical Care  -  7:30 ????

Jean estava extremamente desorientado e confuso. Suas pernas ainda estavam fracas, mas ao poucos ele recuperou parte do seu equilibro. Ele pensou em pegar a sua camisola hospitalar mas certamente caíria no chão novamente, com alguma dificuldade ele saiu do banheiro e para sua surpresa se deparou com seus pais, Angelo e a enfermeira Sally abrindo a porta do quarto naquele momento. 

Sally : - Hey grandão, você não pode fazer isso ainda está muito debilitado ! 

Angelo e Sally corriam para conforta-lo antes que a fraqueza lhe tomasse por completo. Parece que ninguem percebeu que Jean estava completamente nu, Sally já estava acostumada e então a gorda enfermeira conseguiu apoiar Jean facilmente na cama facilmente com a ajuda de Angelo Rodrigues. 

Os pais de Jean eram uma dupla de professores do interior do estado, eram ortodoxos e bastante consevadores. Haviam permitido que Jean fosse para New Jersey unicamente por causa dos estudos e pela cara da mãe de Jean, ela estava simplesmente arrependida do que havia feito. 

Senhora Dasnoy : - Ohh meu filho !! O que aconteceu com você !? 

A mãe de Jean acariciava o rosto do filho de leve pois do queixo até as cordas vocais do pescoço havia uma queimadura feia ainda a ser tratada. Jean se acomodava na cama e se cobria com o lençol, Sally dizia que iria buscar o café da manhã, o que fez Jean se perguntar por quanto tempo ele esteve naquele banheiro sofrendo de delirios e estando com Joselyn. Realmente a noção de tempo estava bem estranha, parecia que horas tinham passado em minutos. Mais uma vez Jean ficou tonto e com a cabeça super pesada. 

Angelo : - Hey cara está tudo bem ? Seus pais vieram te buscar para você voltar para Phillisburgh assim que estiver bem, talvez seja melhor você sair dessa loucura toda. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Seg Nov 27, 2017 9:00 am

Sephiroth (William Chase)
Fé 3/3
FDV 7/7
Tormento 0/3


Residência de Karen Ford - 20:15

Karen demonstrou iniciativa ao se erguer da cadeira na qual estava arrastando o móvel. A moça tinha um jeito de gostar de conduzir as coisas, não era a toa que era uma boa investigadora. Ela aproveitou enquanto Chase falava para recolher um casaco fino que estava em cima da comoda ela o vestia e ajeitava o cabelo, o coldre por baixo do casaco e uma faca que portava por dentro da bota firme de couro. 

Karen : - Dasnoy está hospitalizado no mesmo hospital que Merlin. O Medical Care. Em termos de viabilidade e equipamento é o melhor da cidade, mas a segurança ainda deixa um pouco a desejar. Eles não resolvem isso de jeito nenhum, se Merlin tiver segurança é a segurança policial, nesse caso você está certo. Ao menos dois homens devem estar lá para protege-lo de alguma coisa. Já esse Angelo Rodrigo eu tenho o endereço dele aqui comigo. E então o que prefere ? Vamos nos dividir e cobrir um maior espaço ou você prefere que sigamos juntos ? 

Sephiroth tinha os dois endereços como ponto de partida, a casa de Angelo Rodrigo ou o hospital Medical Care. Independente de sua escolha parecia que Karen não iria deixar de continuar a investigação. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Mitzrael
Admin
Admin
Data de inscrição : 15/02/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qui Nov 30, 2017 6:42 pm

alex se mantia calado ouvindo , o bombeiro falando ele sabia que nao adiantava ter uma discurção na quele momento .
e voltava a olhar prara o fogo quando teve noticias deseu pior inimigo .
Alex ouvia tudo que Hradrakamus falava e um certo alivio vinha para ele agora ele sabia como agir .

Alex: pode cantar vitoria mane , mas quem e o anjo da morte aqui sou eu , vc e so um generico foquinho , e eu to chegando pra vc , nao tem como fugir da morte , e algo que todos sabem ate vc nao pode fugir disso hadra ,aproveite bem , mas com caltela pois estou chegando e nada vai te salvar .

Alex fala o nome verdadeiro de Ravenanael cfazendo assim um contato direto .

Alex: Ravena se poder me ouvir preciso de sua ajuda tem espitos aqui em chamas furioos queimando casas e pessoas preciso que vc os acalme ou retire eles daqui , por favor me escute e me ajude não podemos mas inocentes morrer assim , essa luta é nossa e não deles .

Alex falava como fosse um tipo de resa ou oração .olhando pras chamas enfurecidas .

Manipulação: 3 gasto 1 fdv e uso em alto tormento Voz do Túmulo Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil

_________________
"Juro consagrar minhas palavras, minhas armas, minhas forças e minha vida em defesa dos mistérios da fé cristã"- Dustiel - Da Morte Gloriosa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sab Dez 02, 2017 11:13 pm

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 3/3
FDV 6/8 (-1 Pedido)
Tormento 4/4 (+2 Obtido)
Vitalidade: Ferido -1 Agravado




Residência de Kurt Nelson - 22:00

Quando o dialogo entre Hadrakamus e Dustiel se estabeleceu tudo tomou um clima mais sombrio e distorcido, havia uma sensação de que o tempo rodava mais lento, o Celestial escutou a ameaça do seu antigo líder mas isso não foi o suficiente para amedronta-lo, pelo contrário. Dustiel reuniu todas as forças possíveis para incitar ainda mais a ira do seu inimigo agressor. A voz de Dustiel surgiu como um rompante grave, a sua voz refletia não o Anjo Tragador da Morte Gloriosa mas sim o Demonio da Morte Gloriosa que um dia serviu a Hadrakamus. Apesar da verdadeira natureza de Dustiel se mostrar mais vísivel naquele momento, exatamente como Dustiel, Hadrakamus não se intimidou e gargalhou do ato do Anjo da Morte Gloriosa. 

Hadrakamus em Invocação escreveu:
- Hahahaha Eu sabia que aos poucos você se libertaria dos seus grilhões Dustiel, essa pose de bom garoto nunca foi a sua verdadeira pele. Se você se acha tanto no controle evite isto ! 

Era como se Hadrakamus estivesse por ali. Pois subitamente as chamas almentavam em uma grande explosão, o casal que estava preso na casa certamente foi envolvido pela explosão. Parte da compaixão de Dustiel foi engolida por aquela explosão juntamente com a vida daquele casal. Um bombeiro que estava chegando de escada na janela foi arremessado pelo impacto e caiu na grama do jardim ainda inconsciente pelo impacto. Dustiel vivenciou tudo e viveria com a duvida se podeia ter salvo aquele casal ou não. Dustiel falhou e sua falha foi muito mais fatal do que ele poderia imaginar. 

O Elohim da sétima casa se sentiu fraco. Sentiu suas forças esvaindo pela decisão que tomou, ocasionando a morte de mais dois filhos de Deus. Naquele momento havia apenas uma pessoa que ele podia clamar para ajudar. 


O Silêncio Sereno atravessou os céus como um raio fugaz e siencioso. Apenas os mais atentos poderiam enchergar aquele borrão branco que atravessou os céus da residência em chamas e da mesma forma que apareceu, sumiu. Consequentimente fazendo com que as chamas se tornassem chamas normais e controláveis pelos bombeiros. 


Ravennael Invocação escreveu:
- Dustiel ! Escuta-me. Você não deixará que o inimigo te corrompa com suas palavras, mantenha sua calma e erga tua cabeça em face do inimigo. Ele quer tirar a sua serenidade, não se corrompa em frente ao desespero eu estou aqui ao seu lado...

 Dustiel tinha certeza, sentiu quando Ravennael usou sua doutrina para anular a ação dos espiritos de fogo que voltaram para o portal criado por Dustiel. Ravennael estava com ele e ele precisava manter o controle se quisesse realmente vencer aquela disputa. Ele pôde perceber a raiva de Radrakamus quando o fogo começou a ser apagado por fim 

Radrakamus Invocação escreveu:
- Ahhhhggggg. Dustiel você está testando a minha paciencia ! Eu poderia terminar com você rapidamente mas eu não vou. Olhe e aprenda Sr. Riverstorm 

Aparentemente as chamas estavam ficando menores, os bombeiros começaram a invadir as casas a procura de sobreviventes e como esperado, eles trouxeram o corpo carbonizado do casal em sacos pretos. Tudo parecia um pouco mais no controle até que as ruas foram fechadas por um grupo de carros pretos pelos dois lados da rua. 

Homens de preto saíram dos veiculos, algum usavam trajes especiais de combate parecido com a SWAT, outros usavam ternos e bem apanhados. Eles cobriam o perimetro juntamente com um helicoptero que sobrevoava o local. Um deles então se indentificou 


Smider : - Oficial de Campo e chefe desta operação, Sr. Riverstorm você está preso por infrigir a residência de um oficial de policia e ser cumplice de terrorismo contra os EUA. 


Citação :
Dustiel teste de Fé Diff 6. = 2 Sucessos
Dustiel Teste de Man+Intimidação Diff. 8 (Voz do Tumulo) + 1FDV = 2 Sucessos
Dustiel teste de Consciência Diff 9. = 0 Sucesso


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Dez 03, 2017 12:13 am

Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
Fé 3/3
FDV 4/4
Tormento 1/3 
Vitalidade Ok






Catedral de St. Claire - 22:15

Muita coisa aconteceu em tão pouco tempo. Lakariel queria ajudar, na verdade houve uma época em que ele realmente reconheceria fácilmente as vontades e desejos da humanidade, mas algo aconteceu e mudou tudo. 

Al não queria mais ficar ali, já havia influenciado muito a vida de todos. Pegou o seu carro e desembocou estrada a fora. Sua cabeça estava em vários lugares mas ele estava desnorteado o suficiente para estar em lugar nenhum também. 

Al realmente tentou escavar sobre seu conhecimento sobre o que os mortais sabiam sobre o criador, mas nada lhe vinha a mente a respeito. Havia uma dualidade entre a verdade e o que humanidade sabia e tudo se tornou uma constante ainda mais confusa desde de que Lakariel assumiu o corpo de Aliester. Enquanto dirigia, Al pensou em muitíssimas coisas. Pensou no que fez, pensou em quem ele realmente era e o mais importante. O motivo pelo qual Lakariel foi parar naquele exilio por tanto tempo. Pensar naquilo trazia um ódio irreversível na mente de Lakariel tão forte que ele tinha vontade de explodir tudo mas se lembrou de Jane e se conteve pois não podia estragar tudo outra vez. 

Al então seguiu em direção a catedral de St. Claire  


A Catedral era conhecida na cidade por ser um lugar a reunir devotos principalmente em seus fins de semana. Costumava ser o local onde os ricos realizavam seus casamentos mas depois que a imagem de Jesus Cristo desabou do alto da Abade a igreja ficou com uma pequena má fama superticiosa. Contudo pórem havia uma construção em andamento para que fosse erguido uma nova imagem no topo do grande monasterio. Por causa da construção a igreja ficava fechada boa parte do tempo mas por coencidência as portas da igreja estava abertas apesar de não haver ninguem próximo ao altar. 

Al se aproximou da igreja e no mesmo instante em que saiu do carro, ele pode sentir a força da fé que provinha daquele solo. Seu cabelo recuou para trás e seus olhos se fecharam. Aquele lugar execeu um significado para ele, uma parte de Lakariel se sentiu atraída enquanto outra sentiu uma repulsa forte, como dois polos de uma bateria. 

Lakariel subiu as escadas sentindo o solo emanar aquela força sobre ele, ao adentrar pelas portas não havia ninguem. Mas Lakariel se deparou com uma gigantesca imagem do Filho de Deus, de braços abertos e a memória do Abismo se fez viva na mente do Elohim com extrema vivacidade. 


Citação :
Lakariel Teste de Per+Presciencia Diff. 6 = 1 Sucesso


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Freak Demon
Lammasu
Lammasu
Data de inscrição : 12/11/2017
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Dez 03, 2017 1:28 am

Spoiler:
 


O Nissan modelo Murano de cor prata cortava a estrada com a mesma fúria que eu vociferava em segredo, dentro da minha mente. Em pouco tempo os prédios, casas, luzes e os privilégios de uma estrada asfaltada iam ficando para trás e, mais uma vez, uma estrada de terra escura, estreita e familiar me levava em direção a um local em que as memórias deste corpo me faziam sentir algo que não era realmente meu: um prazer nostálgico.

-- Ah, Jane... Me perdoe. Eu realmente não queria...

As mãos de Aleister estavam trêmulas no volante. Tive de me concentrar na estrada e tentar ignorar esses sentimentos, afinal eu estava correndo e não queria sofrer um acidente. No entanto, não era fácil. O rosto dela me vinha a mente toda hora.

-- Stabat Mater Dolorosa.

A visão de suas lágrimas escorrendo me assombravam. Minhas próprias lágrimas começaram a escorrer.


Quando estacionei o carro e saí do veículo, colocando os pés no chão, logo senti uma carga emocional poderosa. As lembranças de Aleister me faziam pensar na história daquele lugar, desde de quando era usada pelos ricos para casamento até a queda da imagem que gerou a superstição, tornando o lugar um refúgio para jovens como ele e os demais da banda. Por minha parte, senti algo familiar. Algo que era realmente meu. Era uma sensação que convivia comigo a muito tempo... Uma sensação que amava e que agora eu aprendi a odiar. Era doce e, ao mesmo tempo, algo repugnante. Era a essência da criadora.

Eu passei pela porta que estranhamente se encontrava aberta. Notei que não havia ninguém ali, então comecei a subir as escadas. Os pelos em meus braços se eriçavam conforme eu vencia os degraus e aquela sensação amarga e indigesta que parecia tanto física quanto espiritual se tornava mais forte. Logo entendi o motivo disso.


Em minha fronte eu senti uma pontada terrível, muito semelhante a uma punhalada. Meus olhos começaram a arder e meus ouvidos começaram a zunir. Fechei os olhos levei as mãos à cabeça, apertando as minhas têmporas como se quisesse esmagar o meu próprio crânio com a força bruta de meus braços.

-- Não há mais lugar para você aqui, meu jovem
-- disse isso de uma forma esganiçada e carregada de desprezo, antes de ir para a borda em que Aleister gostava de ficar olhando a cidade.

Aquele ponto do telhado realmente me trazia paz. Certamente era influência das lembranças de Al, mas mesmo esse sentimento não foi o bastante para aliviar minha danação. Ao olhar para a cidade, lembrei dos momentos em que Jane e Al ficavam aqui com os outros. Tomado de ira, eu gritei. Gritei tão alto e forte que o meu brado ecoou pelo ar da noite, amplificado pelo silêncio de um local esquecido e desprezado -- assim como eu.



Após gritar eu desci e me deitei no chão. Naquela mesma posição quando eu abandonei meu local de punição.

-- Ah, minha senhora... Por quê?! Não me criaste para amá-los?! Por quê não me deixas exercer tua vontade, mestra?

De repente o ódio que eu tinha da criadora foi amenizando, até cessar por completo. De repente fui me lembrando dela, e de como ela era. De como era maravilhoso olhar para ela.

-- Sou tua criação, minha senhora. Eu sou teu servo. Se desejas me punir, me puna. Acorrenta-me aos teus pés e rasga minha carne. Impõe-te sobre mim o teu esplendor e me faça sentir de tuas mãos perfeitas a vossa cólera...

Eu comecei a respirar de forma ofegante quando reproduzia em minha mente as imagens dela. Quando me dei conta, o meu membro estava completamente ereto e pulsante. Minha mão violentamente fazia o movimento da masturbação.

-- Minha senhora! Minha criadora! Minha...Jane!

De repente Jane invadiu as imagens. Ela se apresentava como a criadora para mim. A criadora agora tinha cabelos cor-de-fogo, e sorria como Jane sorria enquanto me açoitava. Caído de joelhos, com minhas asas arrastando no chão, eu me limitava a lamber os pés dela.

-- Sim, minha senhora... Puna-me! Sou teu servo! Seja feita vossa vontade... assim na carne como no sangue!

Eu gemi. Comecei a gemer mais e mais, até que na hora da ejaculação, um novo urro assustador ecoava naquele lugar miserável; mas dessa vez esse urro era mais perverso, carregado de luxúria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Kamuriel
Admin
Admin
Data de inscrição : 10/05/2017
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Dom Dez 03, 2017 10:09 pm

Karen escreveu:
Dasnoy está hospitalizado no mesmo hospital que Merlin. O Medical Care. Em termos de viabilidade e equipamento é o melhor da cidade, mas a segurança ainda deixa um pouco a desejar. Eles não resolvem isso de jeito nenhum, se Merlin tiver segurança é a segurança policial, nesse caso você está certo. Ao menos dois homens devem estar lá para protege-lo de alguma coisa. Já esse Angelo Rodrigo eu tenho o endereço dele aqui comigo. E então o que prefere ? Vamos nos dividir e cobrir um maior espaço ou você prefere que sigamos juntos ?


Enquanto Karen falava Chase pegava a taça da bebida de forma natural e com um delicado gole terminava de sorver o liquido ardente.

- Seguiremos juntos até Merlim. Ele teve contato com Tellor, quero saber como ele conseguiu esse contato e o porque. Precisarei de suas credências. Com estes atentados os jovens estarão na defensiva a qualquer estranho que surgir. A paranoia será a primeira arma de seus arsenais.

Após isso, Chase repousava delicadamente, porém de forma rápida a taça vazia na mesa. Já estava com seu sobretudo, ele apenas botava suas luvas de couro pretas e seguia com Karen até o veículo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Mitzrael
Admin
Admin
Data de inscrição : 15/02/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Seg Dez 04, 2017 10:40 am

Alex ouvia o policial , dando a voz de prisao mas Alex voltava o seu olhar para a casa em chamas .
e soltava um pequeno sorriso de canto de cabeça e erguia a cabeça olhando para aquela noite .

falando com Ravena
(Sim vc tem rasao não podemos, não posso voltar ser uma criatura de puro odio deixei aquele velho me irritar , mas isso não ira voltar a contecer .obrigado Rave pro me traser ao meu caminho assim como aquelas almas . )

Falando com hadrakamus
(E meu velho vc ta ficando descuidado , acusando dois agentes com provas forjadas isso vai chamar muita atenção pra vc , e como vc vai ter provas de alguem que não deixa rastro , issim vc facilita para meu lado , ja que vai ter forjar muito bem , voce é mas esperto que isso eu vou te pegar , vc se acha muito esperto , mas vc viu onde isso nos levo , o inferno ta cheio que se jugo assim .)


Alex baixava sua cabeça e olhava de canto de olho .

Alex :Terrorista , invasao ? intereçante sim podem me levar quero ver no que vai dar ?

Alex estendia suas maos se entregando .

falando com Ravena
(rave fique na umbra por perto se algo der errado vou precisar de sua ajuda , talves essa seja nossa chance , quando estivermos na delegacia vamos ver quem ta nessa com o doc e tbm acessar os computadores seria uma boa vc achar um espirito de algum investigador na delegacia )


Alex assim seguia .

Pensando por um lado acho que posso tirar proveito disso , aguenta firma meu amigo quem sabe do sorte de encontra lo e te tirar dessa .

Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil


_________________
"Juro consagrar minhas palavras, minhas armas, minhas forças e minha vida em defesa dos mistérios da fé cristã"- Dustiel - Da Morte Gloriosa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
bahamut
Mortal
Mortal
Data de inscrição : 03/04/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Seg Dez 04, 2017 2:20 pm

Jean conseguiu sair do quarto com dificuldade e logo em seguida a porta do quarto se abre. A enfermeira entrava com Angelo e os pais de Jean. Ao avistá-lo, Angelo e Sally foram ao seu auxílio e parece que ninguém havia notado a sua nudez. Sua mãe estava muito preocupada e acariciava o ferimento no pescoço de Jean.

A enfermeira trazia o café da manhã, fazendo Jean questionar sua noção do tempo e sentir o cansaço e o sono lhe atingirem e fazendo-o se deitar na maca.

A enfermeira trazia o café da manhã e em seguida cuidou de seus ferimentos. Seus pais preocupados conversavam com ele e Angelo dizia que eles o levari de volta para a sua cidade quando estivesse melhor. Jean por sua vez dizia que a presença deles era reconfortante mas não podia voltar agora para sua cidade. Afinal estava engajado com o trabalho de pesquisa com Kelly e não podia adiar.

Claro que seus pais não apoiaram a idéia mas não discutiram muito. Ficaram mais um tempo enquanto Jean comia o café da manhã e depois foram comer alguma coisa para voltar em seguida. Ao saírem, Angelo ficou mais um pouco para conversar com seu amigo.

Jean: - Ela esteve aqui cara. Jocelyn esteve aqui. Disse pra gente deixar ela pra lá e esquecer tudo aquilo. Falando nisso, cade o bomba?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qui Dez 07, 2017 12:40 am

Lakariel (Aleister "Al" Blackthorn)
Fé 3/3
FDV 4/4
Tormento 3/3 
Vitalidade Ok


Catedral de St. Claire - 22:45

A mente de Lakariel era uma massa disforme de ideias convergida em duas mentes que ainda tentavam se organizar em meio a tudo o que aconteceu. Lakariel iniu os sentimentos de amor, líbido e desejo misturando as memórias de Aleister com o profundo tempo de tormento que o Celestial passou perdido. O resultado se deu em um momento de prazer transgressor, a mente de Lakariel alimentava o desejo até o momento do orgasmo. 

O Elohim não se lembrava do significado do respeito, o tempo em que passou no abismo e a corrupção interior tornava tudo mais confuso em sua mente. O anjo caído lutava para entender qual era o seu sentimento pelo criador. 

O gemido não era muito alto, mas o vazio do local lhe trazia uma eco consistente. 

Imagens lhe acertavam a mente como uma incessante forma de mil lampejos. O sentimento "amor" era sentido de todas as formas perante ele ao criador. Amor Fraternal como se ele pudesse ser um irmão mais velho do criador, Maternal como se ela pudesse ser sua própria mãe, Amante, amor teológico como se ela pudesse ser seu rebanho. 

Os amores se convergiam, se intercalavam, se anulavam e se entrelaçavam de forma que Lakariel sentiu que queria arrancar o próprio coração e antes que percebesse suas garras estavam expostas assim como seus dentes em seu manifesto primário de sua verdadeira forma apocaliptica. Lakariel estava a ponto de rasgar o próprio peito apenas para parar de sentir todos aqueles diferentes tipos de amor pelo criador quando ouviu uma voz que vinha de um dos bancos da sacristia. 

- Hey ! Deixe de tamanha cena ! Eu já passei por isso e sei como dói mas arrancar o coração ou ligar o botão do prazer não vai melhorar sua dor. 

Das sombras um garoto de aparentes 15 ou 17 anos se revela, seu rosto estava sujo e ele vestia trapos no lugar de roupas. Ele segurava um lampião e usava o mesmo para acender algumas velas no altar. Ele não parecia temer Lakariel com suas presas e garras a mostra. 

Fael : - Eu me chamo Fael, mas não ache que eu sou aquele guardião da cura de Deus. Você pode achar que eu sou parte da centelha de vida dele, ou o que você achar melhor. Sua cabeça está mesmo zoada não é mesmo ? hehe !

O garoto se agachou próximo ao músico enquanto olhava em seus olhos.  Seus olhos eram cinzas como a mais polida prata, não havia iris e um tom de mistério envolvia a aura daquele ser. 

Citação :
Lakariel teste de Consciencia Diff 9. = Falha Crítica
Lakariel teste de Inteligencia Diff 8. = 1 Sucesso


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qui Dez 07, 2017 1:00 am

Sephiroth (William Chase)
Fé 3/3
FDV 7/7
Tormento 0/3




Residência de Karen Ford - 20:30

As palavas de Chase eram quase que previstas pela moça. Ela já estava próximo a porta e abria de forma educada esperando que o convidado deixasse o local. 

Ambos seguiram juntos no carro de Karen, a moça estava super compenetrada de que alguns dos personagens citados poderia leva-os a Tellor, não demorou muito para que chegassem até o Medical Care 


Medical Care Hospital - 21:00



Assim que chegaram ao hospital a dupla logo notou vários carros da policia estacionando, Karen fez questão de lembrar que é difícil existir esse tipo de abordagem e que talvez algo tenha acontecido. 

A dupla então entra e percebe um certo alvoroço no hospital, Karen se aproxima da recepção e mantem um contato rapido com um colaborador do hospital que revela que a policia está ali pois um dos pacientes havia sido sequestrado. Karen se aproxima de um dos vários policiais no local e após pegar as informações pertinentes volta a se encontrar com Chase. Karen esta um pouco mais apreenssiva. Ele ajeita o cabelo e respira fundo antes de falar. 

Karen : - Temos problemas, Johnnathan Merlin está desaparecido. Ninguém sabe o que aconteceu, havia uma testemunha no local Nicolly alguma coisa, ela foi encontrada desacordada e parece que não viu nada. Ela está fazendo exames e investigadores de sequestro estão vendo as fitas de segurança. Tanto a garota quanto as fitas podem nos dar um norteamento do que aconteceu. Eu estou indo ver o outro garoto, Jean Desnoy. Você vem comigo ? 


O local tinha policiais em todo o canto, o hospital estava cheio de gente e muito tumultoado. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qui Dez 07, 2017 1:26 am

Dustiel (Alex Riverstorm)
Fé 3/3
FDV 6/8 
Tormento 4/4 
Vitalidade: Ferido -1 Agravado




Residência de Kurt Nelson - 22:30

Alex não ofereceu nenhuma resistência, apenas aceitou ser conduzido em direção ao camburão juntamente com os policiais que o algemou e tirou suas armas. Curiosamente a conexão com Hadrakamus parecia ter acabado ou o celestial não estava mais respondendo, Ravennael por sua vez respondeu positivamente que assim que conseguisse domar aqueles espiritos do fogo ela tentaria ajuda-lo. 


Alex Riverstorm era levado como um delinquente, se sentou na parte de trás do furgão e teve seus direitos lidos pelo comandante da operação. O comandante Smider. 

Juntamente com Alex seguiram no furgão dois soldados com equipamento de proteção da SWAT e armados com escopetas calibre 12 , eles batiam papo e as vezes comentavam como havia sido fácil captura-lo. Não demoou muito até que o furgão chegasse até a sede do FBI. Onde levariam Dustiel para ser interrogado. 

Sede do FBI em New Jersey  - 23:00

Assim que chegou na sede do FBI o Celestial percebeu a infuencia estranha que o lugar exercia, havia uma sensação de morte ou melanolia revertida nas paedes do local, seus funcionarios pareciam fantoches de um mestre maior, vivendo suas vida dia após noite naquele sofrimento repetitivo. 

Alex então era conduzido até uma sala de interogatorio com um grande espelho, exatamente como existe na policia. O garoto foi colocado em uma cadeira de metal juntamente com Smider. Assim que ficaram a sós Smider revelou sua verdadeira forma. Uma criatura bizarra de longa boca escancara e com outra boca gigantesca no abdomem. O volume de Smider aumentou profundamente e ele quase tomou conta de boa parte da sala e um grande bolo de carne depressiva e doentia . 


Alex tinha a impressão de que Smider não estava ali para conversa, o tamanho da criatura era tão imensa que ele tomava grande parte da sala, Dustiel poderia tentar travessar o espelho mas ele sabia que certamente aquele era um espelho a prova de balas. Passar pela porta era impossivel uma vez que a criatura tomava todo o espaço. O celestial estava ficando sem opções. 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Freak Demon
Lammasu
Lammasu
Data de inscrição : 12/11/2017
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qui Dez 07, 2017 7:51 am

Quando o orgasmo terminou, me dei conta que estava exposto. Minha forma, meu verdadeiro "eu" estava ali, com todas as suas particularidades e preferências do "lado oposto" ao meu primórdio celeste. Presas, garras... Tudo o que os mortais não deveriam ver, mas poderiam, caso algum deles viesse até mim naquele momento. Notei que minhas garras estavam próximas ao meu peito. Parece que, inconscientemente, tive o desejo de arrancar o coração.

-- Hey ! Deixe de tamanha cena ! Eu já passei por isso e sei como dói mas arrancar o coração ou ligar o botão do prazer não vai melhorar sua dor.


Eu me virei calmamente. Tais palavras denunciavam um outro como eu. Um mortal jamais teria o sangue frio de se dirigir a mim dessa forma ao ver minha forma verdadeira emitida em seus olhos.

-- Eu me chamo Fael, mas não ache que eu sou aquele guardião da cura de Deus. Você pode achar que eu sou parte da centelha de vida dele, ou o que você achar melhor. Sua cabeça está mesmo zoada não é mesmo ? hehe !

Era um adolescente que não parecia ter sequer dezoito anos. Seu rosto estava sujo e ele vestia trapos rasgados, deploráveis. Com uma antiga lanterna, agora chamada pelos mortais de lampião, ele acendia algumas velas do altar.

-- Sim, está. E você definitivamente não se mostrou em boa hora -- respondia, enquanto cancelava a emanação da minha forma real.

Quando ele se aproximou, percebi que seus olhos eram como prata. Eram cinzentos, sem iris. Era um ser misterioso, que emitia tal sentimento desde o olhar até as palavras que dizia.

-- Diga-me: O que desejas comigo? Se te invoquei, não foi minha intenção. Nesse momento, busco apenas a paz do silêncio. Se nada de bom tens a me oferecer, parta em paz da minha presença.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Mitzrael
Admin
Admin
Data de inscrição : 15/02/2017

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Qui Dez 07, 2017 8:15 pm

pensando :
Isso me levem vamos ver o que o quanto vcs vao vacilar .
Alex ia sendo conduzido sem fazer nem uma força ate a sala de terrigatorio e se senta e ver que se parece muito com a de sua delegacia .

Quando Alex se senta mal deu tempo pra ele se ageita e a criatura ja se mostro em sua forma
real , isso nao faz com Alex nem abra a pupilo plo contrario ele da um pequeno sorriso do canto da boca.

Pensando :
como eu ja imaginava era tudo uma farça idiotas ,Ravi se ainda tiver me vendo grave isso , isso pode ser nosso trunfo ele ta em toda parte tenha cuidado . aqui de estar o delegado ou uma pista esse e o lugar .


Alex falando : vcs sao bem tolos mesmo , depois do circo criado com um monte de civil me vndo sendo preso vcs vem com essa de me matar ? nem ferido vcs podem conhecem os direitos humanos ? acho que vcs passaram muito tempo no abismo amigos e cade meu advogado ? eu tenho direito a um telefonema . E não vem com essa de virar algo estranho isso não me entimida , seu chefe pode fazer melhor que isso .Hadrakamus pro seu governo eu não possuo reflexo , e imagem e em minha forma real não passo de um fatasma entao nao tem como provar que estive na casa do novato seja mas esperto em suas acusaçoes

Alex fazia isso pra ganhar mas tempo e pra irritar eus inimigos pra ficarem mas propicios ao erro .

Twisted Evil Twisted Evil

_________________
"Juro consagrar minhas palavras, minhas armas, minhas forças e minha vida em defesa dos mistérios da fé cristã"- Dustiel - Da Morte Gloriosa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sex Dez 08, 2017 10:49 pm

Jean Dasnoy
FDV 4/6
Vitalidade - 1 Machucado (1 Contusivo 1 letal - 1 dia p/ recuperar) 




Hospital Long Branch Medical Care  -  8:00

A conversa não durou muito tempo, Jean conseguiu tomar seu café com alguma dificuldade mas já estava bem mas confortável, coberto e calmo. Mas ele ainda se lembrava muito bem de Joselyn. Sally, a gentil e rochonchuda enfermeira ouviu o comentário da senhora Desnoy e fez uma careta logo em seguida, negando qualquer possibilidade de deixar Jean sair daquele jeito enquanto fazia uma diagnostico rápido no menino. 

Sally : - Me desculpe senhora Desnoy mas isso é impossivel ! Veja, seu filho ainda está extremamente debilitado e está quente, provavelmente está com uma febre devido ao trauma que sofreu, o médico dele dev estar chegando já que são oito horas. Vamos, vamos conversar com o médico e ele vai dar a alta ou não a esse menino travesso. Vamos ! 

Assim, os pais de Desnoy deixaram a sala juntamente com Sally, mas Angelo pediu para ficar e ter mas alguns minutos de conversa. Angelo se sentou próximo de Jean e pareceu ser breve. 

Angelo : - Cara, o Bomba está no programa de proteção a testemunha, todos nós estamos. A sua sala está com dois guardas lá fora esse momento. Parece que alguém foi sequestrado deste hospital. Simplesmente sumiu ! O bomba está dando depoimento do que houve e voce certamente fará o mesmo no futuro, por isso eu preciso que seja sincero comigo. Preciso ter certeza de como você afastou o Mestre Michael de você . Você lembra do rosto dele quando ele te atacou. Lembra que ele se assemelhava com um demonio ou algum tipo de aberração ?

Angelo foi bastante preciso em suas palavras, Jean estava realmente muito quente e fraco. O café da manhã ajudou a se alimenar mas ele ainda estava debilitado. O mundo lá fora parecia bem maluco, o que será que Angelo estava realmente falando ? Será que o mestre Michael realmente usou algum tipo diferente de poder estranho para derruba-lo ? 

_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
avatar
Beaumont
Admin
Admin
Data de inscrição : 11/02/2017
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   Sab Dez 09, 2017 2:58 pm

Beaumont escreveu:
Kha'thladuz (John Milton)
Fé 3/3
FDV 5/5
Tormento 0/4 




Federal Bereau Investigation of Long Branch - 20:30

As respostas de Milton foram rapidas, alimentaram parte da cobiça por informação dos reporteres que forçavam o máximo que podiam o alcance de seus celulares atraves da poderosa parede de seguranças que ficava entre os reporteres e Milton. 

É claro que havia muito mais perguntas a serem feitas e quem sabe respondidas mas Milton tinha muito mais o que fazer e realizar sua verdadeira função além de responder a curiosos da mídia. 

Assim que entrou no elevador o Celestial trouxe pra sí as memórias do hospedeiro. Um grupo de lembranças dos gabinetes de estado. O nome daquele homem era Raymond Lane, chefe da Lane e associados do lado sul de long Branch. Lane sempre foi ganacioso por dinheiro e já havia sido de um grande associado no inicio de sua carreira , Sullivan & Cromwell, uma das 10 melhores firmas de todo o país. Hoje Lane estava tocando seu próprio escritorio com a ajuda plena do milionário Spencer Clinton e foi nesse momento que a mente de Milton lhe rendeu um grande estalo. 

Lane ergueu a mão para que os dois se cumprimentassem. Sem os oculos escuros era possivel observar dentro dos olhos do sagaz homem e ver que sua aparencia jovem escondia anos de sabedoria implicita. Por entre o aperto de mão Milton consegue sentir que o homem deslizara um pequeno pedaço de papel para os dedos de Milton, algo pequeno que daria para poucas palavras. 

Spencer Clinton era um Audaz Milionario em Long Branch e além de todo o seu poder financeiro Clinton era a casca mortal reservada para o poderoso Soberano Maliel - Os Olhos da Água - Dono da Corte de Long Branch e senhor daquela cidade. Maliel tinha uma peça importante em cada ponto da cidade e não se admirava em perceber que Lane estava no tabuleiro de Spencer. 

O elevador finalmente chegava e a dupla agora poderia seguir rumo ao local da audiencia. Lane era bastante receptivo, sua voz era firme e seu cabelo impecavelmente inalteravel pelo gel. Seu cheiro era agradável assim como o de Milton, uma melodia tranquila tocava baixa enquanto eles esperavam a chegada do andar desejado.

Dr. Lane : - Ora, pelo visto não teremos muitos problemas em encontrar a brecha que precisamos. Dr. Milton não é ? Especializado em Direito Criminal em... Utah ? Me perdoe, minha memória falha às vezes. Eu serei o advogado do Sr. Perkings estamos juntos no caso. Voce representa o Bustamente e de jeito nenhum o Sr. Clinton deseja que a nossa corporação policial fique por tanto inoperante. 
Aproveitanto que estamos aqui posso relembra-lo de tudo, Já faz quase mais de uma semana em que os Federais prenderam Jerkings, a acusação é de Conspiração e Cumplicidade com o Terrorista Teufel, aquele cara implantou bombas e explodiu 2 escolas, Teufel ainda está foragido e o FBI acusa Jerkings e agora Bustamente de estarem escondendo evidencias investigativas referente ao caso. Parece que a corregedoria não é capaz de realizar seu trabalho sozinho , hehehe . Nosso trabalho é livrar os dois desse terrivel engano. 

Quando a porta se abre. Milton e Lane são recebidos por alguns homens vestidos de negro. Paletó, oculos escuros e detectores de metal. Ambos são revistados e confircados de qualquer arma letal que pudessem estar usando, Lane tem até o seu taser para defesa pessoal retirado de sí. A dupla então poderia seguir até uma porta de metal onde teriam o primeiro contato com seus Réus .

 
Caso queira ler o que está escrito no Bilhete escreveu:
Chame Maliel - Bastião Il-Ilum em perigo.


_________________
"Em Meu Coração Jaz o Segredo da Imortalidade"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


MensagemAssunto: Re: Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Long Branch By Night - Ameaça à Corte de Maliel Part. 2
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [VB6] Valor maior que o da variável Long
» Big Apple (Nova York by Night) - O Conto da cidade Vampirica .
» New Jersey by Night - Projeto Paradoxo
» New Jersey By Night - Tempos de Loucura
» [ÁLBUM] Troye Sivan - The Night is Timeless

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Entre Anjos e Demônios :: Narrativas :: Crônicas Oficiais-
Ir para: